Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

"A transparência foi nossa marca em 2015", diz Astro


“Posso afirmar, sem medo de errar, que a transparência foi uma de nossas marcas no ano de 2015, um ano extremamente positivo para a Câmara Municipal de São Luís. Pela primeira vez na história desta Casa, realizamos licitação para definir qual a instituição de crédito que ficaria responsável pela operacionalização de nossa conta bancária. O Bradesco, que já era dono da conta, ganhou o certame licitatório, porque ofereceu a melhor proposta”, disse Astro de Ogum (foto), presidente daquela casa parlamentar.

Além da licitação para a escolha do banco, o presidente do Legislativo citou ainda outros avanços, principalmente no setor de Comunicação, em que as sessões plenárias passaram a ser transmitidas ao vivo pela Rádio Difusora AM, dando maior visibilidade para as atividades da Câmara, além de ter aberto um processo de oferecer possibilidade de trabalho para repórteres, editores e técnicos.

“São duas situações que estabelecem o nosso nível de transparência, uma vez que, com as transmissões das sessões ao vivo, a população toma conhecimento da atuação de cada um dos 31 vereadores, e a outra foi a forma que encontramos para contratação do banco para gerenciar a conta da Câmara”, destacou Astro de Ogum.

O balanço feito pelo presidente do parlamento de São Luís destaca ainda que os vereadores aprovaram, no fim do período legislativo, o projeto enviado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), para aprovação de projeto autotizativo para licitação do setor de transporte coletivo, outro processo inédito na esfera municipal.

“Não houve, nesta Câmara, qualquer vereador envolvido em escândalo. O Legislativo da capital teve uma atuação marcante e extremamente positiva, sob todos os aspectos. Aprovamos ainda o novo Regimento Interno da Casa e, agora em 2016, iremos contar com a participação comunitária, dentro de algumas sessões específicas, por conta do programa Tribuna Popular. Com isso, estamos unificando o elo entre o Legislativo e a sociedade”, acrescentou Astro.

Prefeito com chances reais de reeleição em 2016


O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT/foto), encerra o ano de 2015 com um olhar focado na eventual reeleição à administração municipal em outubro 2016. Diria que ao longo do corrente ano, o gestor recém-filiado à ala brizolista ganhou musculatura entrando em nova legenda partidária e ampliando sua parceria com o Governo do Estado, que proporcionou a expansão e renovação da malha viária da cidade.

No entanto, o prefeito Edivaldo ainda precisa dar atenção especial a setores essenciais como a Educação e a Saúde, que são pilares de qualquer gestão pública. Em meio à crise financeira que atravessa o país, a Prefeitura de São Luís também terá que se adequar a um planejamento orçamentário da ordem de R$ 2,7 bilhões, aprovado no fim deste ano pela Câmara de Vereadores.

Para o ano que vem o prefeito terá de dar respostas concretas à licitação do sistema de transporte coletivo e avançar ainda mais nesse setor, que é o ponto crucial.

Além disso, Edivaldo terá de brigar de frente com possíveis adversários na corrida sucessória ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal, como a deputa federal Eliziane Gama (Rede), o deputado federal João Castelo (PSDB) e os vereadores Rose Sales (PV) e Fábio Cãmara (PMDB).

Portanto, 2016 promete na seara político eleitoral.  

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Continua o impasse no PMDB

O vereador Fábio Câmara e o imberbe André Campos travam uma luta de egos no PMDB 
Para quem pensava que a crise interna no PMDB de São Luís havia terminado, enganou-se. O motim entre o deputado estadual Roberto Costa e o vereador Fábio Câmara continua de vento em popa. Tudo com o aval do senador João Alberto, presidente regional do partido no Maranhão, que tem se mantido calado.

É que o deputado Roberto Costa insiste em melar uma eventual pré-candidatura de Fábio Câmara na disputa à Prefeitura de São Luís em 2016. O parlamentar apoia uma candidatura do seu pupilo, o superintendente da Funasa na capital, André Campos, ex-diretor-geral do Detran.

Enquanto isso, o vereador Fábio Câmara insiste que o seu nome é a melhor indicação do PMDB para a corrida sucessória ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal. Câmara tem se destacado como líder da oposição no Legislativo Municipal.

Vale ressaltar que o vereador conta com o apoio expresso do ex-presidente da República, José Sarney e da ex-governadora Roseana Sarney, que defendem que o PMDB deve se manter na oposição ao governo Flávio Dino (PCdoB) e do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Aguardem novos capítulos desta novela mexicana!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Flávio Dino já fala em retração no Maranhão


Para quem pregou, ainda em campanha, investir no crescimento econômico do Maranhão agora o discurso é outro. Em recente entrevista ao Jornal Pequeno o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que fará cortes orçamentários para que o estado possa enfrentar a forte crise econômica que atravessa o Brasil, sem falar na insistente crise política que pode culminar com o impeachment da presidente Dilma Rosseff (PT).

“O nosso empenho, o nosso esforço agora é exatamente no que se refere ao custeio. Nós vamos ter que, em 2016, adotar medidas restritivas em relação ao custeio; conter, por exemplo, a expansão de gastos com servidores públicos, para com isso manter as finanças públicas em condições razoáveis”, afirmou.

Em meio à entrevista, o governador Flávio Dino garantiu que mudanças virão na esfera administrativa, que devem ser promovidas no início de 2016.

Pelo visto, o nobre comunista caiu na real.

Fotos do Dia: Ex-deputado do PT catando sururu em Pau Deitado

O ex-deputado federal Domingos Dutra e pré-candidato a prefeito de Paço do Lumiar passou o fim de semana catando sururu na localidade de Pau Deitado. O parlamentar mostra que tem fino trato com a pesca artesanal.



Eliziane Gama ainda não se decidiu sobre candidatura em 2016


A deputada federal Eliziane Gama (Rede/foto) ainda é uma indefinição nos bastidores políticos se deve ou não sair candidata à Prefeitura de São Luís em 2016. A nobre parlamentar da bancada evangélica iniciou o ano de 2015 com a bola toda, saindo até mesmo a frente nas pesquisas de intenções de votos e vai deixando o corrente ano fora do cenário para a corrida sucessória ao Palácio La Ravardiére.

Eliziane Gama ainda se mostra indefinida sobre se deve se fortalecer no Congresso Nacional ou se pretende concorrer ao pleito municipal, tendo como adversários o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que vai concorrer à reeleição, o deputado federal João Castelo (PSDB), os vereadores Fábio Câmara (PMDB) e Rose Sales (PV).

A expectativa é que a parlamentar mostre seu posicionamento nos primeiros três meses do ano que vem.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

"PSL não fica em cima do muro", diz Chico Carvalho


"Todo partido político tem que optar por um lado. Ficar em cima do muro é inadmissível, porque se apanha dos dois lados. No nosso caso, já optamos pela aliança com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT,  e isso já foi anunciado em diversas ocasiões. Não há mais dúvidas quanto ao posicionamento do PSL, sigla que sempre manteve uma postura de transparência”.

A revelação foi feita pelo vereador Francisco Carvalho, presidente estadual e vice-presidente nacional do PSL, com relação a questionamentos feitos sobre a postura do partido para as eleições municipais de 2016 e com foco para 2018, quando ele afirma que aquela agremiação partidária sempre busca a unidade, em busca de alternativa de poder.

Bradesco continua


O banco Bradesco venceu a licitação para administração da conta da Câmara Municipal de São Luís e passará a oferecer atendimento diferenciado para os funcionários do Legislativo. Foi o que declarou a diretora financeira do Legislativo, Ana Karina Cordeiro, enfatizando que “a partir de agora o banco vencedor terá nova forma de atendimento, que podemos dizer até ser diferenciado, já que fizemos constar no edital itens e obrigações, como disponibilidade de pessoal entre outras, para que seja feita uma melhor forma de atendimento aos servidores e vereadores”.

Com a abertura da licitação, os representantes do banco Santander pediram a impugnação do certame, recurso considerado intempestivo em razão do momento da apresentação do mesmo, já que haviam requisitos no edital regendo a matéria. Já o Bradesco entregou seu envelope com toda documentação exigida e a proposta, que foi analisada pela Comissão de Licitação, tendo recebida aprovação.

Após a divulgação do resultado a comitiva do banco Bradesco disse ter recebido o veredicto “com tranqüilidade, e reafirmamos a nossa disposição de atender os usuários da Câmara com maior presteza, melhora de nossas instalações e estrutura para atendimento”.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Projeto de Ivaldo Rodrigues contribui para imortalizar memória do jornalista Décio Sá


“Com a aprovação deste projeto, estaremos contribuindo para imortalizar a memória do jornalista Décio Sá, que terá sua vida como exemplo para futuras gerações”. Desta forma o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT/foto) justificou a apresentação do Projeto de Lei 106/2012 dando nova denominação à Avenida Copacabana, no bairro do Calhau.

A referida avenida é uma via que liga trecho da Avenida dos Holandeses, em frente ao Barramar à Praia do Calhau. Com esse batismo, segundo o pedetista, é feita uma justa homenagem ao jornalista Décio Sá assassinado de forma bárbara.

Para o vereador, Décio Sá praticava um jornalismo sério, denunciando no seu blog, um dos mais acessados do país, a imoralidade e a ilegalidade em qualquer esfera de poder.

Ivaldo Rodrigues prevê no seu projeto que num prazo de 30 dias  o Poder Executivo deverá afixar placa indicativa com o nome ‘Avenida Décio Sá', assim como encaminhar aos correios, Cemar, Caema e as companhias de telefonia fixo e móvel a cópia da lei, para que tomem a providência da alteração do endereço.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Orçamento e mensagens do prefeito em pauta na Câmara


Vereadores de São Luís estão reunidos neste momento (10h54), no plenário da Câmara Municipal discutindo a votação do orçamento de 2016. Além da matéria, encontra-se em pauta na Casa outras 10 mensagens encaminhadas ao Legislativo pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

A expectativa é de que toda a pauta seja apreciada e votada para que o parlamento municipal entre em recesso, voltando às suas atividades no dia 2 de fevereiro.

O presidente da Câmara, Astro de Ogum garante que tudo está sendo feito respeitando o regimento interno.

sábado, 19 de dezembro de 2015

Tribunal de Justiça tem nova diretoria

Desembargador Cleones Cunha é o novo presidente do Tribunal de Justiça
Tomou posse na manhã de sexta-feira,18, a nova diretoria do Tribunal de Justiça do Maranhão para o biênio 2015-2017. Os novos membros da mesa diretora foram eleitos em outubro pelos membros do tribunal.

A presidente do TJ, Cleonice Freire, deu boas vindas à nova diretoria e em seguida passou o cargo para o desembargador Cleones Carvalho Cunha. O novo presidente do tribunal assumiu o cargo na presença de familiares e amigos. No primeiro discurso, agradeceu o apoio e prometeu ouvir os servidores que estão em greve.

Depois,  Cleones Carvalho entregou a medalha especial de mérito Cândido Mendes para autoridades do estado. O governador Flávio Dino e o Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, participaram da solenidade.

Na ocasião, também tomaram posse Maria das Graças Duarte, como vice-presidente do Tribunal de Justiça e Anildes Cruz como Corregedora Geral da Justiça.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Programa "Espaço Público" agora no facebook

Jornalistas Mario Carvalho e Adriana Nogueira comandam o programa "Espaço Público"
O programa "Espaço Público" apresentado todos os sábados, das 8h às 9h, na rádio Difusora AM, pelos jornalistas Mario Carvalho e Adriana Nogueira, agora também está nas redes sociais (facebook). 

Não percam! Confira a nossa página e participe de nossa programação!

João Alberto entra no olho do furacão

Presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, senador João Alberto
Ao que tudo indica o presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto (PMDB-MA), resolveu sair dos bastidores e entrar de vez no cenário turbulento e midiático de Brasília. Após aceitar a representação por quebra de decoro parlamentar protocolada pela Rede Sustentabilidade e pelo PPS contra o senador Delcídio do Amaral (PT-MS). Nesta quinta-feira, 17, ele vai coordenar reunião do colegiado quando também será escolhido o relator de uma representação protocolada em 2013 contra o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) pela acusação de ter recebido propina do então governador do Amapá e hoje senador João Capiberibe (PSB-AP), em troca de apoio político.

Delcídio do Amaral foi preso no dia 25 de novembro, acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Já o pedido de abertura de processo contra o senador Randolfe foi feito à època pelo deputado estadual Fran Soares Nascimento Júnior. Ele acusa o senador da Rede de, durante o mandato de deputado estadual, ter recebido propina do então governador do Amapá, João Capiberibe (PSB-AP), hoje senador, em troca de apoio político. Por enquanto, o presidente do conselho disse que Caperiberibe não será alvo de investigação.

"O andamento do processo contra Randolfe demorou porque dei uma proteção especial a ele. Ele [Randofe] dizia que os documentos não eram verdadeiros, então busquei os documentos e o questionei várias vezes, para que não fosse uma acusação vaga", justificou João Alberto Souza, ressaltando que, antes de dar andamento aos dois processos, pediu um parecer da consultoria jurídica do Senado, que deu sinal verde.

O presidente do Conselho de Ética explicou ainda que Delcídio e Randolfe terão dez dias para apresentar a defesa a partir da data em que forem notificados pelo Conselho de Ética. Pelo Regimento Interno do Senado, os relatores não podem ser do mesmo partido nem do mesmo estado dos representados. 

"Nenhum desses processos tem a participação ativa nossa. Alguém questionou e nós encaminhamos, e o que chegar aqui [no Conselho de Ética], havendo provas, vai ser encaminhado", afirmou João Alberto.

Deputado do PCdoB ganha prêmio internacional de Racista do Ano

Deputado Fernando Furtado ganha premiação internacional
E agora o que diz o comunista governador Flávio Dino e a direção da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho, que surpreendente premiação recebida pelo deputado estadual Fernando Furtado (PCdoB), que foi eleito pela organização Survival International vencedor do prêmio ‘Racista do ano de 2015’. 

O alvo de tamanha premiação negativa se deu em julho deste ano, quando em audiência pública, no município de São João do Caru, distante 359 km de São Luís, xingou índios da tribo Awá-Guajá de homossexuais, chamando-os de maneira pejorativa de 'viadinho' e 'baitola'.

“Índio diz que não sabe plantar arroz. Então morre de fome, desgraça, é a melhor coisa que tem. Porque não sabem nem trabalhar”, destaca a Survival International do trecho da fala do deputado maranhense. Os Awá-Guajá são considerados um dos povos mais vulneráveis do planeta.

A organização defende que sejam consideradas como incitamento ao ódio racial. “Essas observações repugnantes indicam a extensão do racismo contra os povos indígenas entre algumas das pessoas mais poderosas na sociedade brasileira. É importante que as pessoas dentro e fora do Brasil estejam cientes da prevalência dessas atitudes, porque elas estão por trás dos violentos ataques genocidas que as tribos brasileiras enfrentam hoje. Foi por isso que decidimos nomear Furtado como o Racista do Ano de 2015”, diz o diretor da Survival International, Stephen Corry.

Em setembro, após a repercussão negativa das declarações, o deputado estadual foi à tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) para se retratar e pediu desculpas públicas, e destacou que suas declarações não condizem com o pensamento do partido. “Eu, deputado Fernando Furtado, reitero minhas sinceras desculpas à população de todo o estado. E quero dizer que nunca fui, não sou e nunca vou ser homofóbico”, disse.

À época, o PCdoB também se manifestou por meio de nota repudiando a declaração do parlamentar. “Achamos que foi uma declaração infeliz do deputado Fernando Furtado. O partido tem historicamente uma posição de respeito às minorias, em particular aos povos indígenas”, reforçou o deputado Othelino Neto (PCdoB), vice-presidente da Alema.

Com informações do G1 MA

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Projeto que cria a Secretaria Municipal de Cultura entra na pauta da Câmara

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT/foto) já encaminhou para a Câmara Municipal o projeto de lei que autoriza a criação da Secretaria Municipal de Cultura. 

O anúncio foi feito na sessão desta quarta-feira (10h53) pelo presidente do Legislativo, vereador Astro de Ogum (PR).

Na oportunidade, o presidente da Câmara disse que a Fundação Municipal de Cultura (Func) irá se transformar na tão sonhada secretaria.

"Acho que é um ganho importante para as pessoas que fazem a cultura nessa cidade", declarou Astro de Ogum.

Vereador Honorato Fernandes denuncia WPR por compra ilegal de terreno na zona Rural de São Luís


O vereador Honorato Fernandes (PT/foto) usou a tribuna da Câmara de São Luís, na terça-feira, 15, para fazer uma grave denúncia sobre a venda de um terreno de 252.000,00 metros quadrados de frente para a Bacia de São Marcos, na área do Cajueiro, zona rural de São Luís, adquirido pela WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais Ltda. 

A venda foi realizada pelo Governo do Estado no final de 2014, faltando menos de três meses para o fim do Governo, o que por si só já constitui numa transação ilegal visto proibição expressa na Constituição do Estado no período eleitoral. Outra ilegalidade nesta transação é que a área em questão foi transferida na década de 90, a título de condomínio, a mais 100 famílias para formação de assentamento rural, cuja finalidade não pode ser alterada ou desvirtuada.

A WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais Ltda conseguiu fechar o negócio em tempo recorde, bastou apenas 21 dias após o início do processo de compra e venda para efetivação da escritura do imóvel em favor da empresa. As famílias que residem na região vivem sobre o terror de sair para trabalhar e ao voltar encontrar suas casas derrubadas pela empresa que já está atuando no local. 

“Vale ressaltar que o valor cobrado pela área foi de R$ 155 mil reais por uma área de 252 mil metros quadrados, ou seja, R$ 0,61 centavos por metros quadrado e isso pago em 10 parcelas, considerando que este é um valor irreal para tal localização”, explicou o vereador Honorato Fernandes. 

“Está mais do que claro que todos os passos desta negociação foram no mínimo estranhos. O valor cobrado pelo terreno e a “agilidade” da negociação é uma afronta a inteligência das pessoas. Quero passar tudo isso a limpo. Estou na luta ao lado dos moradores daquela região e vamos lutar para fazer valer os seus direitos”, disse Honorato ressaltando ainda que estes pontos da negociação precisam ser apurados com muita atenção. 

 “No dia 8 de outubro de 2014 a WPR deu entrada em pedido de compra da área para instalação de terminal portuário. No dia 17 do mesmo mês a Secretaria de Industria e Comercio pediu informações ao SPU que de forma muito mais que eficiente devolveu em menos de duas horas certidão solicitada pelo órgão. Já no dia 23, a comissão defere pela aquisição da área pela WPR sendo a escritura assinada por representantes da empresa e do Governo no dia 29 na cidade do Rio de Janeiro. Tudo isso, volto a frisar, em 21 dias”, destacou. 

Com o objetivo de trazer à tona a forma que foi realizada esta negociação e os desdobramentos desta negociata para os moradores do local o vereador Honorato comunicou aos parlamentares presentes que deu entrada, na manhã desta terça-feira a uma representação, junto a Secretaria de Estado de Transparência e Controle do Maranhão, com cópia para a Secretaria de Direitos Humanos, Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Maranhão e Defensoria Pública do Estado do Maranhão, sobre a ilegalidade do ato de alienação de imóvel no Disal (Distrito Industrial de São Luís). 

O objetivo do pedido é a suspensão imediata de todos os processos administrativos, visando a emissão de atos autorizativos em curso na Secretaria do Meio Ambiente do Estado, além de encaminha-lo à Procuradoria Geral do Estado para que avalie a necessidade de uma ação anulatória da transação.

O vereador Honorato finalizou seu pronunciamento deixando no ar os seguintes questionamentos: Como pode a WPR comprar uma terra já cedida para a população desde a década de 90; Como pode a extensão de tamanha área ser vendida a uma empresa a R$ 0,61 centavos o M2 e ainda dividida em 10 parcelas totalizando R$155 mil reais; Como pode a mesma área ser dada como garantia ao Banco do Brasil por 270 vezes o valor de R$0,61 centavos o M2. 

“Estes e outros questionamentos são pontos que acho fundamentais serem esclarecidos. Basta da população ser lesada por negócios feitos no apagar das luzes”, finalizou Honorato Fernandes. 

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Vereador do PSDB esquenta discurso


O experiente líder do PSDB na Câmara de São Luís, vereador José Joaquim (foto), endureceu o discurso na sessão desta terça-feira, 15, na tribuna da Casa. Ele cobrou uma ação mais enérgica do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e do Governo Federal para ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, que é o vetor da Dengue, Zica Vírus e Febre Chicungunya no país.

O nobre parlamentar tucano chegou a esbravejar e solicitar do prefeito para intensificar a colocação dos carros borrifadores nas ruas da cidade para combater o mosquito que se reproduz em água parada num período de apenas uma semana.

"Não adianta só mostrar a aquisição de carros borrifadores. Tem que colocar nas ruas para funcionar", falou em alto e bom tom o decano do Legislativo Municipal.

Isso é sinal de insatisfação tucana na Câmara ou de demarcação de território.

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão nas residências de líderes do PMDB


O presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, e o senador Edison Lobão no meio do furação
Brasília- Em mais uma fase da Operação Lava Jato, a Polícia Federal faz nesta terça-feira, 15, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), uma mega operação de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília, e na casa do parlamentar, no Rio de Janeiro. Três viaturas da PF, com cerca de doze agentes, isolam o local e realizam as buscas na casa localizada na área conhecida como Península dos Ministros, no Lago Sul, região nobre de Brasília.

Além de Eduardo Cunha, também são alvos de busca e apreensão o ministro da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera (PMDB), o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), o senador Edison Lobão (PMDB-MA), o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado. 

Ao todo, a PF cumpre 53 mandados de busca e apreensão em oito Estados - Distrito Federal (9), São Paulo (15), Rio de Janeiro (14), Pará (6), Pernambuco (4), Alagoas (2), Ceará (2) e Rio Grande do Norte (1).

A busca na residência de Cunha foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O objetivo é coletar provas para os inquéritos que apuram se Cunha cometeu os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

O peemedebista foi denunciado pelo Ministério Público Federal por ter recebido suposta propina de 5 milhões de reais para viabilizar a construção de navios-sonda da Petrobras, entre junho de 2006 e outubro de 2012.

Não há até o momento prisões nessa fase da Lava Jato batizada de Catilinárias, que se restringe a autoridades políticas com foro privilegiado. Catilinárias é o nome dado a um dos mais célebres discursos do orador romano Cícero contra um senador que planejava tomar o poder. O trecho mais famoso do discurso é: "Quo usque tandem abutere, Catilina, patientia nostra", ou "Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência".

Nesta terça-feira, o Conselho de Ética da Câmara pode votar o parecer sobre a representação contra Eduardo Cunha por suposta quebra de decoro parlamentar. O novo relator da representação movida pelo PSOL e pela Rede, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO), deve apresentar o parecer favorável ao prosseguimento das investigações.

Com informações da Veja

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Sob pressão vice-governador do PSDB se posiciona sobre impeachment


Depois de ser pressionado pelas redes sociais e na mídia, a se posicionar sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Roussef (PT), eis que o tucano vice-governador Carlos Brandão (foto) e presidente do PSDB no Maranhão, resolveu dar o ar de sua graça.

Brandão foi enfático ao afirmar que só esperava um "consenso" da Executiva Nacional do PSDB. "Estamos alinhados com o que diz o partido", declarou o vice-governador, contrariando o seu chefe-maior, o governador Flávio Dino (PCdoB) que é contra o impeachment.

O tucano vinha sendo alvo de duras críticas por não manifestar posicionamento do PSDB no estado pró-impeachment, enquanto no resto do país o seu partido já pensa em sentar na cadeira da Dilma, com a eventual ascensão do senador Aécio Neves ao cargo.

Como se pode observar o PSDB do Maranhão não tem expressividade política.

Quase parando...

Fracasso estampado na foto pelo espaço que sobra no enquadramento do fotógrafo De Jesus, de O Estado
O movimento pró-impeachment em São Luís talvez tenha sido o mais fraco de todos realizados no Brasil, no domingo, 13. Ao invés de se ver o povão nas ruas, o que se observou foi uma elite conservadora que, a exemplo do resto do país, não aceita ter perdido as eleições gerais de 2014 para a presidente Dilma Rousseff (PT). Ainda insistem num terceiro turno.

Em São Luís, os excassos integrantes de movimentos que defendem o impeachment se concentraram na avenida dos Holandeses, Calhau, área nobre da cidade. Os manifestantes caminharam, no fim da tarde de ontem, até a Península da Ponta d´Areia, outra área nobre da capital.

Para intimidar membros da bancada federal maranhense, os poucos que foram ao ato, carregaram cartazes com as fotos dos deputados com o slogan: "Estamos de olho em seu voto".

O movimento foi organizado pelo grupo "Vem Pra Rua".

domingo, 13 de dezembro de 2015

PSDB vive crise existencial no Maranhão atrelados a comunistas


Até o momento ainda não se sabe qual o posicionamento do PSDB no Maranhão sobre a viabilidade ou não do processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

De um lado, um governador comunista, Flávio Dino, liderando uma cruzada nacional, com a Constituição debaixo das axilas, contra o impeachment. 

Do outro lado, um vice-governador do PSDB, Carlos Brandão (foto) que não fede, nem cheira e não tem posição definida para não desagradar o chefinho maior do Executivo Estadual.

Enquanto isso, o PSDB vai à deriva no Maranhão sem mostrar a cara nesse momento de embate político-partidário no país.

Isto é uma vergonha! 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Ricardo Murad dispara contra Flávio Dino

Ricardo Murad
"Flávio Dino não tem o dom da política, basta ver a insatisfação de suas bases com menos de um ano de governo (…). Quem é Flávio Dino para falar de golpe? Logo ele que processou e tentou tomar TODOS OS MANDATOS de pessoas que os venceram nas eleições? Fez assim no governo do estado e fez assim na prefeitura. Sempre que era derrotado, recorria aos tribunais”, disse nas redes sociais o ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad.

"Estamos às vésperas de quebrar um paradigma", diz Honorato

Vereador Honorato Fernandes fez justificativas na tribuna da Câmara Municipal de São Luís sobre a polêmica 
O vereador Honorato Fernandes (PT) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís para justificar o entendimento para viabilidade financeira da emenda que obrigaria  50%da frota de ônibus de São Luís ter ar-condicionado. Ele declarou que embora a emenda tenha sido rejeitada, continuará lutando para garantir o benefício aos usuários.

Na oportunidade, o petista destacou também a importância dos parlamentares participarem das discussões acerca do transporte público e unirem força na luta para garantir a qualidade do serviço que será prestado após a licitação.

“Pela primeira vez, estamos às vésperas de quebrarmos um paradigma que impõe um binômio composto pela qualidade do serviço público, versus custo da tarifa pública cobrada. Este tema vem mastigando a sociedade há muito tempo e onde você vai, se tem uma reclamação recorrente, é a questão do transporte público. Por isso, esta Casa não pode se negar a discutir a qualidade do serviço de transporte coletivo”, afirmou o vereador Honorato Fernandes.

Roseana Sarney assume o PMDB Mulher para botar ordem na casa


Sem sombra de dúvida a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (foto), assumiu a presidência do PMDB Mulher no estado para botar ordem na casa. Ela sempre se posicionou para que o partido fique na oposição tanto ao governador Flávio Dino (PCdoB) quanto do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

A posse da ex-governadora foi oficializada na quinta-feira, 10, na presença do presidente em exercício do PMDB, Remi Ribeiro; do senador João Alberto; da vice-presidente do PMDB Mulher, Socorro Waquim; e do vereador Fábio Câmara.

A volta de Roseana à seara político-partidária é sinal de que o PMDB estava desgovernado e precisando de um comando mais firme.

Prefeito deve implantar a lei que cria o Serviço Disque Dengue


O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), vai implantar a Lei nº 237/2011 de iniciativa do vereador Armando Costa (PSDC/foto), que cria o Serviço Disque Dengue. A proposta para essa se deve à decorrência das inúmeras informações de pesquisadores das resistências e das mutações do mosquito Aedes aegypti, que à época já havia o temor de avanços e epidemia.

O vereador Amando Costa, ao sugerir a criação da Lei do Serviço Disque Dengue estabelece que a oferta do serviço será contínua e com telefone gratuito para receber informações e dar orientações, além de tirar dúvidas, receber denúncias e agendar fiscalização e combater focos de proliferação do mosquito, em toda a área de São Luís.

“O problema tornou-se muito sério com o surgimento da Febre Chikungunya e do Zika Vírus, que se tornaram problemas de saúde pública da maior gravidade e que precisa ser enfrentado por toda a população”, ressaltou o vereador.

Armando disse que o Serviço do Disque Dengue poderá ser coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde e contará com importantes apoios de veículos como agentes de saúde e voluntários de associações comunitárias, que são muito importantes sob o ponto de vista da informação e da identificação de possíveis focos do mosquito.

“A Prefeitura de São Luís, diante da grave realidade poderá buscar parcerias através de instituições públicas estaduais e federais e com a iniciativa privada, que por meio do Serviço Disque Dengue terão maior agilidade para a ação para evitar os avanços das doenças causadas pelo aedes aegypti”, destacou o vereador.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Puxaram o tapete de Fábio Câmara no PMDB

Deputado Roberto Costa investe e derruba o vereador Fábio Câmara de candidatura pelo PMDB
Já era esperado que o nome do vereador Fábio Câmara não fosse voz única para sair candidato à Prefeitura de São Luís, em 2016 pelo PMDB. Primeiro, porque o nobre parlamentar vem sendo retaliado constantemente pela direção estadual, comandada pelo senador João Alberto, e pelo deputado estadual Roberto Costa, que até bem pouco tempo era dirigente municipal da legenda na capital maranhense.

O nome apresentado pela Juventude do PMDB (JPMDB), em convenção, para contrapor a uma eventual indicação de Fábio Câmara, foi o do ex-diretor do Detran, André Campos, que carrega as malas do deputado Roberto Costa e segue as ordens.

Até o ex-ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, veio a São Luís para referendar a indicação de André Campos como pré-candidato. 

"Tenho certeza que André é o nome mais indicado para representar, não só a juventude, mas o PMDB como um todo. Podemos e devemos ter uma candidatura própria que atenda às nossas necessidades e fortaleça mais o o partido", defendeu o ex-ministro da Aviação Civil.

"De onde sairá o recurso para climatizar os ônibus?", questiona parlamentar


O líder do PTB na Câmara Municipal de São Luís, Pedro Lucas Fernandes (foto), afirmou que a emenda apresentada pelo vereador Honorato Fernandes (PT), para climatizar a frota de ônibus da capital, não apontou o impacto financeiro na tabela de custos para o benefício.

O assunto foi tratado durante a licitação do transporte público, em sessão realizada na quarta-feira, 2, na Câmara.“É importante que esse custo não recaia sobre os usuários do transporte público”. Foi com essa justificativa que Pedro Lucas defendeu sua posição a respeito da implantação de ar-condicionado em cerca de 50% da frota dos ônibus que fazem o transporte público.

“Não somos e nunca seremos contra qualquer conforto e benefício para a população de São Luís. O que queríamos saber e acabamos sem resposta, é de onde sairá o recurso para que a metade dos ônibus possa ter ar-condicionado, já que na emenda apresentada não foram apontados impactos na tabela de custos”, completou o vereador.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Waldir Maranhão derruba relator do processo contra Cunha


O deputado federal Waldir Maranhão (PP/foto), atual vice-presidente da Câmara dos Deputados, aceitou nesta quarta-feira, 9, ação contra o deputado Fausto Pinato (PRB-SP), relator do processo que pode desencadear na cassação do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O caso está sendo tratado em Brasília (DF) como golpe para derrubar o relator.

A ação contra Pinato foi ingressada na cúpula da Câmara, logo após a negativa do Supremo Tribunal Federal (STF) - a decisão do ministro Luis Roberto Barroso repassava essa prerrogativa à Mesa. 

Coube ao deputado Manoel Júnior (PMDB-PB), aliado de primeira hora de Cunha, apresentar a ação. Júnior é um dos responsáveis pela série de manobras emplacadas no Conselho de Ética que levam a sucessivos adiamentos da votação do parecer de Pinato.

Vale lembrar que o deputado Waldir Maranhão é aliado do peemedebista e também é investigado pela Operação Lava Jato.

Câmara apreciará contas de ex-prefeitos de São Luís após o recesso

Vereador Astro de Ogum, presidente da Câmara de São Luís
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum (PR), disse na sessão desta quarta-feira, 9, que já possui em mãos as contas dos ex-prefeitos de São Luís, no período que compreende o exercício de 1989 até 2005, que envolvem gestões do saudoso Jackson Lago, de Conceição Andrade e do vice, Tadeu Palácio, que assumiu o Executivo em abril de 2004, para que Jackson pudesse concorrer à eleição de governador do Maranhão.

"Até que enfim esta Câmara vai fazer o seu real papel de votar as contas dos ex-gestores. Coisa que já deveria ter sido feita", declarou Astro de Ogum.

Os vereadores agora aguardam as contas que envolvem também as gestões administrativas dos ex-prefeitos Tadeu Palácio (2005 a 2008) e João Castelo (2009 a 2012).

A apreciação e votação está prevista para iniciar o ano legislativo de 2016, após o recesso parlamentar. 

Ou seja, só em fevereiro.

Vereador explica por que votou contra frota de ônibus climatizada


Vereador Marquinhos Silva (DEM)

Venho, por intermédio desta nota, manifestar publicamente a minha mais repelente insatisfação concernente as duvidosas imagens veiculadas nas redes sociais, refente ao meu voto contrário à emenda que destinava 50% dos coletivos da capital com ar-condicionado.

Informo à população do nosso município que, em 19 anos de vida pública como representante do povo da minha comunidade e da minha querida São Luis, me dediquei unicamente com o objetivo de lutar pelo povo, em especial os mais humildes, e o reconhecimento dessa luta, me trouxe à Câmara Municipal de São Luis.

Hoje, estou vereador, graças ao seu voto de confiança e por isso, não me deixei iludir com uma emenda que falsamente traria benefícios à população, não restringindo o aumento de passagem pelo “beneficio” oferecido em tal emenda, e sim, deixando brechas visíveis para que as empresas de transportes coletivos, usando tal lei, reivindicasse um aumento abusivo nas tarifas dos coletivos. Esse aumento é tudo que o cidadão de nossa cidade não precisa, principalmente enfrentando essa crise financeira que assola todos os brasileiros.

Por isso, unicamente por esse motivo, foi que votei contra tal emenda, não para prejudicar a população e sim, para evitar que todos fossem pegos de surpresa com um aumento que poderia chegar aos extremos e sufocar a saúde financeira das famílias de nossa cidade.

Sarney indignado com Michel Temer

José Sarney, vice Michel Temer e o presidente do Senado Renan Calheiros
O ex-presidente da República e ex-senador José Sarney se mostrou indignado e, até certo ponto, perplexo com a carta, que já está sendo denominada de "Carta-Bomba", que foi encaminhada pelo vice-presidente Michel Temer (PMDB) à presidente Dilma Rousseff (PT), na noite da última segunda-feira, 7.

Para o experiente político Sarney, a carta poderia ter tido outra tonalidade dialética, no entanto o documento só fez aumentar o fosso que hoje separa uma grande parcela do PMDB das hostes do Palácio do Planalto. 

O ex-presidente teria declarado a pessoas próximas que foi bastante temerário vários trechos da carta, em especial quando o vice Michel Temer afirmou que passou quatro anos como peça decorativa ao lado da presidente Dilma.

Para Sarney, o vice-presidente deveria ter se mantido como magistrado nesse momento, sem interferir no processo de impeachment, que foi deflagrado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ).

Líder do PSB explica votação contrária sobre frota de ônibus climatizada



Vereador Roberto Rocha Jr

Ganhou bastante repercussão o meu voto contrário à emenda na Licitação do Transporte Público de São Luís, que estabelecia que 50% da frota de ônibus coletivo fosse, obrigatoriamente, climatizada. Primeiramente é preciso esclarecer que o meu voto não foi contra esse benefício e, sim, contra a irresponsabilidade de aprovar uma emenda que não fez um estudo preliminar sobre os impactos financeiros negativos que isso acarretaria e que refletiria, inevitavelmente, no orçamento dos usuários.

Sim, eu sei que precisamos urgentemente melhorar a qualidade do transporte público oferecido, mas é necessária muita cautela e responsabilidade, pois sabemos que cada acessório a mais nos ônibus, aumentará também os insumos, e, consequentemente, no aumento da tarifa.

E se a pergunta fosse: a tarifa de ônibus vai aumentar, mas em contrapartida, todos os ônibus terão ar condicionado. Se a votação fosse essa, eu tenho certeza de que a maioria da população ficaria dividida, visto que 90% dos que utilizam e dependem dos ônibus coletivos, são trabalhadores, são estudantes, filhos de trabalhadores que já sobrevivem com um orçamento apertado, e que fazem malabarismos para conseguirem pagar suas contas no fim do mês.

O meu voto, portanto, foi pensando nessas pessoas que dispõem de um orçamento financeiro menor, pois não podemos ser ingênuos ao ponto de acharmos que os ônibus climatizados não incidirão no aumento da tarifa. E o que é pior, se a passagem aumentasse, o parlamento nada poderia fazer, visto que não se trata mais de assunto de sua competência.

Foi por essa razão que ao justificar o meu voto, eu critiquei e lamentei a ausência de audiências públicas para que pudéssemos discutir essa questão junto com a sociedade antes de ser votada a licitação na Câmara. Lamentei, inclusive, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ/MA) ter declarado inconstitucional o Projeto de Lei do vereador Nato, que condicionava que todo aumento de passagens deveria passar antes por audiência públicas na Câmara Municipal, pois acredito que ninguém mais do que o povo sabe o que é o melhor para ele.

Dessa forma, considero importante propor esse debate por meio de audiência, visto que este é um tema de interesse público. Não podemos compartilhar da opinião de alguns que tentam restringir esse diálogo somente ao item da climatização. 

A qualidade do transporte público vai mais além: precisamos lutar, antes de tudo, por mais linhas de ônibus, por ônibus que saiam e cheguem nos horários previstos, para que as pessoas não precisem esperar meia hora, ou mais, para se deslocar para os seus compromissos. Precisamos lutar por segurança, mas temos que lutar, sobretudo, para garantir um preço tarifário justo, para que os milhares de trabalhadores que dependem deles diariamente não sejam prejudicados.

Por fim, dizer que sou contra qualquer aumento do valor da passagem do transporte coletivo, seja para colocar ar condicionado ou para qualquer outra coisa. A população merece uma resposta antes que seja feita uma outra cobrança a ela. 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Vereador diz que população decidirá sobre frota de ônibus climatizada


O líder do PTB na Câmara Municipal de São Luís, vereador Pedro Lucas Fernandes (foto), disse que o Legislativo fez a sua parte com relação à votação do projeto autorizativo que trata da licitação dos transportes públicos na capital. A matéria foi apreciada e votada na quarta-feira da semana passada.

Ele destacou que não há nenhuma polêmica com relação à emenda de iniciativa do vereador Honorato Fernandes (PT), que busca colocar ar condicionado em toda frota de ônibus que circula na cidade. 

"A população terá a oportunidade de se pronunciar durante a audiência pública, a ser convocada pela Prefeitura de São Luís, e, na oportunidade, dizer como quer o sistema de transporte coletivo funcionando", frisou Pedro Lucas Fernandes.

Então, vale aguardar!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Foto do Dia: Hildo Rocha e Eduardo Cunha. Simples assim!


Deputados maranhenses irão analisar impeachment de Dilma

Deputado federal Sarney Filho
A bancada federal do Maranhão já conta com os nomes dos deputados Sarney Filho (PV) e Hildo Rocha (PMDB) como integrantes da comissão especial que vai analisar o processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Deputado federal Hildo Rocha
Até o início da tarde desta segunda-feira, 7, os partidos políticos haviam indicados 20 nomes de parlamentares que irão acompanhar o caso.

O colegiado terá 65 titulares e igual número de suplentes. 

Vereador colhe assinaturas para ter frota de ônibus 100% climatizada

Vereador Honorato Fernandes
O vereador Honorato Fernandes (PT) está colhendo o maior número de assinaturas possíveis da população para que a frota de ônibus de São Luís possa ser climatizada, ou seja, ter uma frota moderna e 100% funcionando com ar condicionado.

Segundo o parlamentar, esse é o momento de discutir de forma mais ampla esse quesito para a melhoria da qualidade do serviço do setor de transporte na capital maranhense. "Moramos numa cidade de clima quente e a população merece ter uma frota de ônibus climatizada", declarou. 

Durante a apreciação do projeto autorizativo da licitação dos transportes na Câmara Municipal de São Luís, na quarta-feira passada, Honorato apresentou a emenda que rejeitada pela maioria do Legislativo, sob alegação de aumento no custo da tarifa.

“O que estamos discutindo aqui é a necessidade de garantir a qualidade do serviço de transporte público e, ainda que exista o risco de aumento da tarifa, não podemos negar à população o direito de ter o mínimo de conforto. O parágrafo quinto prevê que a partir de agora toda substituição da frota seja feita com veículos climatizados, para que, no prazo mínimo de dez anos, 100% da frota já tenha ar condicionado. Portanto, peço aos demais vereadores que mantenham a emenda, no sentido de garantir um serviço de qualidade para nossa população”.

Câmara faz audiência para tratar sobre a qualidade da água


Preocupada com a qualidade da água vendida em garrafões, em diversos pontos de São Luis, a Câmara Municipal aprovou requerimento de iniciativa do vereador Marquinhos Silva (DEM/foto), solicitando audiência pública para discutir com órgãos de direitos do consumidor, vigilâncias sanitárias, e distribuidoras de água engarrafada e transportadas em carros pipa, a procedência e testificação da água contida nos garrafões, assim, como águas fornecidas em carros pipa. 

O parlamentar acredita que, a forma como esses produtos chegam ao consumidor, causa desconfianças, devido à qualidade externa dos garrafões e a maneira que esses vasilhames são postos à venda.

O requerimento foi aprovado por unanimidade e percebendo a urgência da audiência, a presidência da Casa, definiu uma data para a audiência, que acontecerá próximo dia 11, às 10h no plenário Simão Estácio da Silveira. 

Os vereadores Ricardo Diniz (sem partido) e Nato Sena (PSB), pediram um aditivo no requerimento e parabenizaram o vereador Marquinhos pela determinação em trazer um assunto que envolve toda a população de São Luis, uma vez que, o produto se torna indispensável ao consumo humano.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Cenário eleitoral de São Luís para 2016 em ebulição


Faltando um pouco mais de 10 meses para as eleições municipais de 2016, o clima entre pré-candidatos dispostos a concorrer ao Palácio La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís, esquenta cada vez mais.

Até o momento, os nomes mais cotados na bolsa de apostas para disputar o pleito do ano que vem são o do prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que vai buscar a reeleição; o da deputada federal Eliziane Gama (Rede); e dos vereadores Rose Sales (PV) e Fábio Câmara (PMDB). 

O prefeito Edivaldo vem para uma nova disputa eleitoral com a chancela do governador Flávio Dino (PCdoB), que tem apoiado o chefe do Executivo Municipal nessa empreitada. Já a deputada Eliziane Gama, ainda está indefinida sem saber que rumo tomar; a vereadora Rose Sales vem com o apoio do deputado federal Sarney Filho e do deputado estadual Adriano Sarney.

O mais novo nome que pode entrar na corrida sucessória é o do vereador Fábio Câmara, que busca espaço dentro do seu próprio partido, o PMDB. Ele conta com o aval do ex-senador José Sarney e da ex-governadora Roseana Sarney.

As cartas estão lançadas!

Fábio Câmara diz que seu nome está à disposição do PMDB para disputar eleição à Prefeitura de São Luís


O vereador Fábio Câmara (foto) afirmou que não irá abrir mão de sair candidato pelo PMDB à Prefeitura de São Luís em 2016. Segundo o parlamentar, as chances são reais e ele tem o aval do senador João Alberto, presidente regional do partido, do ex-senador José Sarney e da ex-governadora Roseana Sarney.

Fábio Câmara disse acreditar que poderá contar com a compreensão de integrantes da legenda que ainda não acreditam nessa viabilidade política. Ele garante que sempre esteve aberto ao diálogo e que o momento é de demarcação de território da legenda na capital maranhense,

"Estamos aberto ao diálogo e acreditamos que a nossa candidatura será homologada pelo PMDB", afirmou o vereador.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

João Alberto na berlinda

Senador João Alberto no meio do fogo cruzado
O senador maranhense João Alberto (PMDB) nesse momento se encontra entre a cruz e a espada como presidente da Comissão de Ética do Senado. Apesar de ter declarado ao jornal O Estado que "não aceitará pressão sobre sua atuação no colegiado", o parlamentar sabe que terá de dar a palavra final sobre a cassação ou não do mandato do colega de plenário, Delcídio do Amaral (PT-MS), preso pela Polícia Federal por atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Cabe ao senador carcará a análise inicial da representação protocolada, na última terça-feira, 1, pelos partidos Rede Sustentabilidade e PPS pedindo apuração que pode culminar com a perda do mandato do senador Delcídio.

João Alberto avisa que analisará a representação dos dois partidos com "liberdade e isenção". "Eu não aceito pressão. É besteira isso pra cima de mim. Não tenho mais idade para aguentar pressão", alertou.

Projeto autorizativo de licitação em discussão na Câmara Municipal


A sessão desta quarta-feira, 2, na Câmara Municipal de São Luís, começou (10h) em alta temperatura com a discussão do projeto de lei autorizativo (Projeto de Lei Complementar nº 141/2015), que trata da licitação do transporte coletivo urbano na capital maranhense.

Logo no início da sessão, o vereador Edmilson Jansen (PTC) solicitou à Mesa Diretora da Casa a inversão de pauta para que a matéria fosse apreciada e votada com urgência. 

Os vereadores Fábio Câmara (PMDB) e Rose Sales (PV) pediram cautela na discussão da proposta do Executivo para que não seja assinado um "cheque em branco" aos empresários do setor de transporte.

A discussão promete no Legislativo Municipal. 

Transmissão ao vivo da sessão pela Rádio Difusora AM 

Fábio Câmara pode ser "sacrificado" no PMDB

Fábio Câmara ouve atentamente palavras de apoio do ex-presidente Sarney 
Apesar de ter os apoios do ex-presidente José Sarney e da ex-governadora Roseana Sarney, ao que tudo indica não será nada fácil o lançamento de uma eventual candidatura do vereador Fábio Câmara (foto) pelo PMDB à Prefeitura de São Luís, em 2016. 

Isso porque os atuais caciques da legenda no Maranhão, senador João Alberto (presidente regional) e o deputado estadual Roberto Costa, não comungam da mesma hipótese do partido ficar na oposição ao governo Flávio Dino (PCdoB) e sim se entregar de mãos beijadas aos novos aliados comunistas.

No entanto, Fábio Câmara já anunciou que pode abrir mão da disputa à reeleição do seu mandato de vereador, para se "sacrificar" pelo PMDB, para que a sigla não venha ser entregue de bandeja aos comunistas, numa eventual aliança pela reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). 

Para o parlamentar, não há outra alternativa a não ser o PMDB se manter na oposição, tanto na capital quanto nos demais municípios maranhenses, para que possa continuar vivo em seu projeto político.

"Como é que o PMDB vai se alinhar a alguém que quer colocar as nossas lideranças na cadeia? Que passa o tempo todo se aproveitando das obras da ex-governadora (Roseana) e quer desmerecer nosso trabalho? Se este for o preço para evitar que o PMDB seja levado para Edivaldo e Flávio Dino, aceitarei o sacrifício", declarou o vereador Fábio Câmara.                                    

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

PT quem te viu, quem te vê


Quem antes viu o PT migrando para as hostes do Grupo Sarney, agora percebe uma mudança radical. Uma banda missionária da legenda agora resolveu desembarcar de mala e cuia para o terreno comunista do governo Flávio Dino. A ordem é não perder a boquinha.

Ontem, 30, em entrevista coletiva a cúpula estadual do PT (foto) oficializou o apoio ao governo Flávio Dino. Segundo o blog do jornalista Clodoaldo Corrêa, o partido endossou a condição do apoio visando as eleições de 2016 e 2018 e sem vínculo com cargos no governo neste momento. Acredite se quiser!

A posição de Flávio em favor da presidente Dilma foi o principal fator para a adesão dos petistas. Apesar de afirmarem que cargos não estão em discussão, não descartaram a possibilidade de discutir, caso o governo faça uma minirreforma administrativa no início de 2016.

A semente da boquinha está lançada no PT do Maranhão.

Vem aí o programa "Espaço Público" na rádio Difusora AM


Queria convidar a todos os amigos e amantes de rádio a participar e interagir na estreia do mais novo e moderno programa da radiofonia maranhense. Intitulado "Espaço Público", o programa será transmitido pela Rádio Difusora AM, com a apresentação dos jornalistas Mario Carvalho (titular deste blog) e Adriana Nogueira.

O programa irá ao ar a partir deste sábado, 5 de dezembro, das 8h às 9h, e terá em seu conteúdo tudo sobre o mundo político, cultura, esporte e demais informações do cotidiano do Maranhão. 

O "Espaço Público" será transmitido todas as manhãs de sábado e será mais um canal de divulgação e prestação de serviços à comunidade, com entrevistas e muitas novidades.

Não percam! Estaremos aguardando você nessa nova jornada!

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Veja o vídeo: Prefeita Maura Jorge é impedida de falar pelo governador Flávio Dino


Uma falácia só...


O governo Flávio Dino (PCdoB/foto) ainda não disse para que veio quando o assunto é segurança pública. Isso porque, durante a campanha eleitoral em 2014, o atual chefe do Executivo do Maranhão destilou "veneno" puro contra a gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

Porém, a cada mês, percebe-se a crise moral e estrutural na segurança pública do governo comunista, que não consegue debelar os índices de mortes e, que por algumas vezes, segundo denúncias a ser apuradas, tentam mascarar números e escondê-los da população.

Só neste último fim de semana foram registradas 15 mortes violentas na Região Metropolitana de São Luís, sendo uma por latrocínio – roubo seguido de morte. No mês de novembro, segundo dados da própria Secretaria de Segurança são quase 70 homicídios e mais de 10 latrocínios. Somente na primeira quinzena, foram quase 40 mortes na Ilha de São Luís.

Como se observa, a realidade é dura, fria e cruel!

Vereador solicita que governo intensifique ações no combate às drogas em São Luís


O líder do PSDB na Câmara de São Luís, José Joaquim (foto), está cobrando mais ações do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública, com foco na prevenção do uso de drogas”. A indicação do vereador tucano deve envolver desde a atividade produtiva como geradora de emprego e renda, até a prática de esporte e lazer, educação de qualidade, saúde e segurança pública.

Para dar maior sustentação ao pleito, José Joaquim aponta como uma das causas “a explosão demográfica versus planejamento estratégico”, argumenta ele completando que “tivemos um crescimento populacional que exige incremento de políticas públicas em todos os níveis, federal, estadual e municipal”.

Segundo o social democrata, devido a insuficiência de políticas públicas, “temos um país de poucas oportunidades reais que permite, entre outros negócios para o jovem, a porta para o tráfico de drogas”. 

José Joaquim diz ainda que “diante dessa situação, urge estratégias na prática que alterem essa realidade e ofereçam aos jovens perspectivas de êxito em caminhos de cidadania”.