Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Consumidor aguarda novo aumento dos combustíveis na bomba


O consumidor que se prepare para desembolsar mais dinheiro nas bombas de combustíveis. Isso porque já entrou em vigor nesta quarta-feira, 30, mais um aumento no preço da gasolina em 6% e do óleo diesel em 4%, a ser aplicado, inicialmente, nas refinarias. O anúncio foi feito ontem, 29, pela Petrobras. 

Apesar disso, o repasse para as bombas de combustíveis ainda não está definido, mas é dado como certo. Com isso, a economia ganha mais um elemento que deve pressionar a alta da inflação.

"Os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais Cide e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS", especificou a estatal em nota.

Com informações da Veja

João Abreu fora da cadeia

O desembargador José Luiz Almeida concedeu ontem,29, habeas corpus impetrado pela defesa do ex-secretário de estado da Casa Civil, João Abreu (foto), e revogou a sua prisão. Ele se entregou na semana passada à Polícia Civil, depois de ter sua prisão preventiva decretada pelo juiz Osmar Gomes, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

O empresário estava em São Paulo, a negócio, e se apresentou na tarde de sexta-­feira passada,25, aos policiais, ainda no aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, onde era aguardado depois de seus advogados informarem à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) sobre o seu retorno a São Luís.

A prisão decorre de investigação iniciada após a criação, pelo governador Flávio Dino (PCdoB), da Secretaria de Estado da Transparência e Controle (STC), órgão por meio do qual o Executivo se  empenha em criminalizar ações da gestão da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Segundo auditoria da pasta, que embasou o indiciamento pela Polícia Civil, o ex-­auxiliar governamental teria recebido R$ 3 milhões para viabilizar o pagamento de um precatório de R$ 134 milhões à UTC Constran. O governo Flávio Dino diz que a empresa “furou a fila”. A gestão passada nega.

Junto com Abreu, foram indiciados, também, o doleiro Alberto Youssef, Rafael Angulo, Adarico Negromonte e Marco Antonio Ziegert, todos apontados como intermediadores do suposto negócio entre a Constran e o Governo do Maranhão.

Com informações do Imirante

De prefeita 'ostentação' à taba de um índio

Lidiane Leite chegando às dependências da PF
Seria trágico se não fosse cômico. Depois de destruir as pífias finanças do município de Bom Jardim, com suposto desvio de R$ 15 milhões de verbas da educação, agora a prefeita 'ostentação' cassada, Lidiane Leite, tenta tirar o sossego e a paz das tribos indígenas.

É que a ex-prefeita surpreendeu a todos, quando em depoimento à Polícia Federal declarou que passou os 39 dias foragida, escondida numa aldeia indígena nas redondezas de Bom Jardim.

Lidiane se entregou à polícia na segunda-feira,28, e foi ouvida no mesmo dia pela Polícia Federal. Logo após a prisão, o advogado dela, Sérgio Muniz, disse que ex-prefeita não saiu da cidade de Bom Jardim, tendo até despachado como prefeita e autorizado pagamentos de funcionários.

Para o delegado PF, Ronildo Lajes, responsável pelo caso, a declaração é uma "manobra" da defesa. “Isso dela estar lá na cidade não existe. Isso foi manobra do advogado para querer dizer que ela não estava em fuga”, disse.

O delegado ressaltou ainda que foram feitas diversas diligências no município. "O advogado Sérgio Muniz chegou a dizer que ela não estava lá e que ela estava governando lá. Isso não existe. Ela (Lidiane) sabia que era procurada. Todo mundo estava atrás, fazendo diligências. Ele, simplesmente, quis negar que ela estivesse foragida”, destacou.

PMDB quer desbancar PCdoB em São Luís


O PMDB, sob o comando do deputado estadual Roberto Costa (foto), tenta a todo custo se aproximar do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), numa clara tentativa de emplacar um candidato a vice, na chapa à reeleição do gestor da capital maranhense.

Enquanto isso, o PCdoB fica na espreita já que as conversas de bastidores dão conta que os comunistas, liderados pelo governador Flávio Dino, devem garantir a vaga de candidato a vice na chapa à reeleição do prefeito Edivaldo.

O PMDB já apresenta até como nome a ser indicado a atual secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe; enquanto o PCdoB aponta o todo-poderoso secretário de estado de Assuntos Políticos e Federativos, Márcio Jerry.

Façam suas apostas!!

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Pavão Filho é o novo líder do PDT na Câmara de São Luís


A bancada do PDT na Câmara Municipal de São Luís já tem um novo líder. Trata-se do vereador Pavão Filho (foto), que assumiu a função, após afastamento do colega Ivaldo Rodrigues que assumiu a vice-liderança da administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) no Legislativo.

O ofício apresentando por Pavão Filho foi encaminhado à presidência da Casa, após os quatro parlamentares que integram a representação do partido comunicarem ao presidente estadual da legenda, deputado Weverton Rocha, sobre a eleição do novo líder.

Ao receber o ofício, assinado pelos vereadores Pavão Filho, Ivaldo Rodrigues, Barbosa Lages e Osmar Filho, o presidente regional do PDT, deputado federal Weverton Rocha, avalizou e oficializou a nova liderança no Legislativo Municipal, onde conta com a maior bancada partidária.

Pavão Filho destacou que uma de suas principais tarefas será fortalecer o partido.

Márcio Jerry nega críticas infundadas ao jornal O Estado do Maranhão

O secretário de estado de Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB), negou a este blog que tenha feito críticas nas redes sociais, infundadas, contra a reportagem do jornal O Estado do Maranhão, referente à prisão do ex-secretário chefe da Casa Civil, João Abreu.

As declarações descritas por este blog e que aparecem em postagem, da última segunda-feira, 28, aspeadas, são negadas veementemente pelo secretário Márcio Jerry, que automaticamente desautorizou a postagem e afirmou, categoricamente, que nunca disse nada do que foi veiculado sobre 'malas de dinheiro e doleiros viajando em jatinhos com alta quantia em propina amarrada nas pernas com meias de pressão'.

Em Nota Pública, AMMA repudia insinuações da imprensa contra magistrados

NOTA PÚBLICA

A Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) repudia informações que vêm sendo veiculadas pelo jornal O Estado do Maranhão e blogs, insinuando que o juiz Osmar Gomes teria proferido decisão motivado por interesses políticos.

Cabe ao magistrado analisar os autos do processo e aplicar as decisões de acordo com os preceitos legais e a liberdade que a própria lei lhe assegura. O fato de um magistrado ter parentes em atividades político partidária, que trabalhem ou sejam vinculados a outros Poderes, não é empecilho para o serviço da jurisdição.

A AMMA entende que informações com este tipo de insinuação revelam tão somente um inconformismo que não deve ter espaço, em tese, no estado democrático de direito.

Todas as decisões podem ser objetos de recurso e cabe aos Tribunais procederem à revisão, caso entendam que houve algum equívoco ou se fizerem a interpretação dos fatos de forma diferente.

Para a AMMA, é inconcebível a tentativa de mudar uma decisão judicial por meio de insinuações veiculadas na imprensa com vinculações políticas.

Por fim, a Associação dos Magistrados esclarece que defende o livre exercício de atuação da imprensa e não faz juízo de valor de qualquer decisão judicial, mas tem o compromisso ético de defender a liberdade de todos os magistrados para que possam proferir suas decisões com absoluta liberdade, quer no âmbito do 1º grau, quer em eventual decisão a ser proferida em 2º grau.

Gervásio Protásio
Presidente da AMMA

Eliziane Gama quer deitar e rolar na Rede Sustentabilidade


De olho vesgo na direção da Prefeitura de São Luís, a deputada federal evangélica Eliziane Gama (foto) já começa a pensar em trocar o PPS para deitar e rolar na Rede Sustentabilidade, partido recém-criado pela ex-candidata à Presidência da República e ex-senadora Marina Silva. 

Sem conquistar espaço para um eventual apoio do governo Flávio Dino (PCdoB) ao seu sonho pessoal de ser prefeita da capital maranhense, Eliziane Gama começa a vislumbrar a troca 'midiática' de legenda, com a possibilidade de render bons frutos.

Eliziane também estuda a possibilidade de garantir a ida também, para o novo partido, do ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares, que no momento se encontra descontente com os rumos tomados pelo PSB.

Como se observa, as próximas horas são incertas nas hostes partidárias.

Como a PF não encontrou Lidiane se ela ficou todo tempo em Bom Jardim?


Chama atenção a declaração dada pelo advogado Sérgio Muniz (foto), afirmando que a ex-prefeita 'ostentação', Lidiane Leite, permaneceu por 39 dias vivendo no município de Bom Jardim como se nada tivesse acontecido, enquanto era procurada pela Polícia Federal por desvio de R$ 15 milhões, oriundos de verbas federais destinadas à educação. 

“Ela sempre permaneceu em Bom Jardim. Até o dia de sua cassação pela Câmara, Lidiane se manteve em atividade, visitando povoados, efetuando pagamentos de servidores e fornecedores da Prefeitura, exercendo sua atividade normalmente", disse o advogado.

Sérgio Muniz, que é ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), declarou, em entrevista na sede da PF, que a ex-prefeita Lidiane Leite estava em um dos povoados do município de Bom Jardim durante todo esse tempo em que se escondia de policiais federais.

O advogado disse, ainda, que a ex-prefeita é vítima de um ‘linchamento moral’ nacional e internacional, a partir de uma reportagem produzida pelo repórter Alex Barbosa (TV Globo).

“Tentaram passar para a opinião pública que Lidiane usava dinheiro público em ostentação, o que não era verdade”, acrescentou Sérgio Muniz.

Ricardo Murad deve se desligar do PMDB e desembarcar no PTN


Ao que tudo indica, o ex-secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad (foto), deve mesmo deixar as hostes do PMDB para se filiar, até o dia 2 de outubro, no PTN. A ideia é garantir uma eventual pré-candidatura à Prefeitura de São Luís, já que a Executiva Municipal do PMDB, sob o comando do deputado estadual Roberto Costa, se nega a disponibilizar a sigla para que o ex-secretário possa vir a concorrer ao pleito de 2016.

Desde que deixou a secretaria de Saúde, Ricardo Murad vem sofrendo um processo de "fritura" dentro do PMDB, articulado pelo senador João Alberto e pelo deputado Roberto Costa. Existe até a viabilidade do PMDB apoiar a candidatura à reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), cujas conversas estão avançadas.

Percebendo que não terá espaço no partido, Ricardo Murad tem até o dia 2 de outubro, prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral, para mudar de legenda se ainda quiser ser candidato ao cargo majoritário na capital maranhense.

Simples assim: Lidiane dribla Polícia Federal e resolve se entregar


Parece deboche, mas a ex-prefeita de Bom Jardim só se entregou quando achou conveniente. Depois de passar um mês e nove dias driblando a Polícia Federal, Lidiane Leite, finalmente se entregou no ínicio da tarde de ontem, 28, na sede da instituição, no bairro da Cohama, em São Luís.

Por mais de três horas, prestou depoimento à PF e acompanhada de mais três advogados negou todas as acusações que pesam contra ela, que é acusada de desvio de verbas da educação, que somam mais de R$ 15 milhões.

Lidiane havia sumido após sua prisão ter sido decretada na Operação Éden, que investiga desvios de verbas federais no município. O seu estilo de vida após a eleição começou a chamar a atenção, com as fotos que Lidiane colocava nas redes sociais ostentando uma vida de luxo, com viagens, festas e roupas caras.

A ex-gestora chegou à sede da PF e entrou pelos fundos para despistar a imprensa. Lidiane apareceu vestida com blusa e calça pretas e com poucas mudanças no visual. Está aparentemente abatida, mas continua loira e manteve o mesmo corte de cabelo.

Ela se encontra detida nas dependências do Corpo de Bombeiros, na área Itaqui-Bacanga, onde está à disposição da Justiça.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Astro de Ogum faz a festa da criançada em dia de Cosme e Damião


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), garantiu novamente a sua tradicional festa em homenagem a São Cosme e Damião fazendo a alegria de 1.500 participantes entre meninas e meninos que lotaram a rua de sua residência no Barreto. 

Acompanhado de sua assessoria, o parlamentar deu início às brincadeiras para a criançada por volta das 16h. No primeiro ato, o presidente solicitou que as crianças presentes fizessem a oração do Pai Nosso e a criançada obedeceu e juntas fizeram, sendo o ponto mais alto da festa.

Vereador Astro de Ogum entrega brinquedos à criançada
Todos os anos Astro de Ogum faz a festa para a criançada, tendo sido beneficiadas neste ano crianças da Vila Palmeira, Barreto, Santa Júlia, Salina do Sacavém e Divinéia do Santa Cruz. Muitas crianças que ali estavam e que teriam dificuldade para receber uma lembrança pela passagem das comemorações dos santos, receberam bolas, carrinhos e bonecas, além de muito bolo, refrigerante, pipoca e doces.

“Esta é uma tradição para mim, comemorar a data de São Cosme e Damião e ainda por cima ajudar esta criançada que será o futuro de nossa cidade e o futuro do país. Solicitei que todos os presentes fizessem a oração do pai nosso, pois, é tempo de celebrar a paz em nossa cidade e as crianças serão uma grande parceira nesta caminhada”, disse Astro.

Márcio Jerry critica reportagem do jornal O Estado do Maranhão


O secretário de estado de Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB/foto), voltou a criticar nas redes sociais o jornal O Estado do Maranhão, do grupo Sarney, depois do matutino ter publicado, na edição desta segunda-feira, 28, reportagem que fala sobre a determinação de magistrado na prisão do ex-secretário chefe da Casa civil do governo Roseana Sarney (PMDB), João Abreu.


Veja abaixo um trecho do quer disse o secretário:

"Malas de dinheiro com até R$ 1,4 milhão, doleiros viajando em jatinhos com alta quantia em propina amarrada nas pernas com meias de pressão. Esse dinheiro era levado para João Abreu (ex-chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney) por emissários do doleiro da Lava Jato, Alberto Youssef, e era entregue dentro do Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão.

Mesmo com essas cenas de deixar envergonhado qualquer um, o jornal de José Sarney ataca o Poder Judiciário do Maranhão para defender o seu homem de confiança. Afinal, era João Abreu o responsável pelo diálogo com Alberto Youssef dentro do Palácio dos Leões em que se decidiu pagar R$ 3 milhões em propina para a liberação do pagamento de precatório à empreiteira UTC, envolvida na Lava Jato".

Sindicato dos Bancários pode deflagrar greve na quarta-feira


Em nota, o Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB/­MA) convoca todos os empregados em estabelecimentos bancários dos bancos públicos e privados, sócios e não sócios, da base territorial deste sindicato, para a assembleia geral extraordinária a ser realizada nesta segunda-­feira, às 18h, em primeira convocação, e às 18h30min, em segunda e última convocação, na sede do Sindicato, na Rua do Sol, nº 413/417, Centro de São Luís.

Na ocasião haverá discussão e deliberação acerca da campanha salarial 2015,com avaliação da proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), bem como sobre a deflagração da greve por tempo indeterminado a partir do dia 30 de setembro conforme indicativo aprovado na última assembleia, realizada no dia 19 de setembro.

Troca de partidos altera composição da Câmara Municipal de São Luís


Na reta final do prazo para filiações partidárias, ao menos sete dos 31 vereadores de São Luís negociam ou negociaram a troca de legenda para a eleição do ano que vem. Eles têm até o próximo dia 2 de outubro - um ano antes do pleito - para confirmar à Justiça Eleitoral a mudança de sigla. 

De olho no calendário, os vereadores avaliam os riscos, negociam apoios e se preparam para a troca de legenda. Não há uma lista oficial informando as mudanças porque os parlamentares não são obrigados a comunicar à mesa diretora da Câmara Municipal de São Luís, apenas ao juiz eleitoral. 

São pelo menos sete parlamentares que trocaram de partido, inclusive o presidente da Casa, vereador Astro de Ogum, que saiu do PMN para ingressar no PR. Ao todo, cinco parlamentares trocaram de legenda até o momento. Outros dois também devem comunicar a mudança de partido, mas ainda não há registro oficial. 

O vereador Osmar Filho, líder do governo,  deixou o PSB e se filiou ao PDT. Este já é o terceiro partido do parlamentar nesta legislatura. Ele se elegeu pelo PMDB e depois mudou para o PSB. Com a nova adesão, o PDT passa a ter a maior bancada da Câmara com quatro vereadores: Além de Osmar, Pavão Filho, Barbosa Lages e Ivaldo Rodrigues.

Entre os que também mudaram de partido na Câmara mais de uma vez está à vereadora Rose Sales, que foi eleita pelo PCdoB, mas havia trocado a pelo Partido Progressista (PP) e agora está sem filiação. O vereador Francisco Chaguinhas saiu do PRP e ingressou no PSB, assim como Estevão Aragão, que largou o PPS para aderir ao SD. Nos bastidores, a informação é que os dois parlamentares não disputem à reeleição pelos seus atuais partidos.

A cerca de oito dias do prazo final da Justiça Eleitoral para as filiações partidárias, o vereador Antônio Marcos, o Marquinhos Silva, ex-PRB, enfrenta dificuldades para obter espaço em outra sigla; Ricardo Diniz, ex-PHS, estuda duas opções.

No caso da vereadora Rose Sales, a expectativa é que ela vá para uma das duas legendas criadas recentemente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE): Rede Sustentabilidade e Partido Novo.

Bandidos metralham delegacia em Timon


Mais uma delegacia no Maranhão foi alvo da ação de criminosos. Desta vez foi a Delegacia Regional de Timon, situada no leste do estado, que foi metralhada por quatro homens fortemente armados, na noite de domingo, 27.  As balas atingiram vidraças, portas, móveis e o muro da delegacia, além de ter destruída parcialmente uma viatura. Um investigador estava saindo do prédio no momento do ataque. Apesar disso, ninguém ficou ferido.

Segundo o superintendente de Polícia Civil do Interior, Dicival Gonçalves, a polícia tenta identificar os autores do ataque, mas até a manhã desta segunda-feira, 28, ninguém ainda foi preso. Duas pessoas estavam na delegacia quando os criminosos deram várias “rajadas” de metralhadora: o delegado plantonista e o investigador que estava saindo para apurar um homicídio cometido na região.

O delegado regional de Timon, Antônio Valente, está fazendo diligências para tentar localizar os criminosos, segundo informou Gonçalves. “Os suspeitos, armados com metralhadoras, chegaram em uma caminhonete prata e efetuaram vários disparos contra o DP. A polícia civil está em diligência para tentar localizá-los”, disse.

Com informações do G1

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Vale a pena ver de novo a novela das Refinarias Premium I e II


A novela mexicana sobre a construção da Refinaria Premium I, no município de Bacabeira, no Maranhão, voltou à pauta, assim, como a Refinaria Premium II, no Ceará. O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, durante audiência da Comissão Externa da Câmara dos Deputados teve a cara de pau de dizer que é viável um reestudo sobre o projeto que foi abandonado pelo Governo Federal.

"Acreditamos que a questão das refinarias Premium I e II terá reestudo, em função do fato de que precisamos de refino", afirmou o ministro Eduardo Braga.

O problema é que a população da Região do Munim, entre Bacabeira e Rosário, não acredita mais nessa viabilidade e muito menos que o governo Dilma Rousseff (PT), que sofre uma crise econômica e política, consiga tirar esse coelho da cartola nesse momento de turbulência.

Polícia fecha o cerco contra ex-secretário da Casa Civil

O ex-secretário de estado da Casa Civil do Maranhão, João Abreu (foto), teve a sua prisão decretada na tarde de quinta-feira,24, pela a Justiça. A Polícia Civil realizou buscas e tentou cumprir mandado de prisão na residência do empresário,  mas ele não foi encontrado.

João Abreu  havia sido indiciado pela Polícia Civil do Estado por corrupção. Segundo a investigação, que ocorre em segredo da Justiça, ele teria recebido R$ 3 milhões em propinas para garantir que o governo estadual fizesse o pagamento no valor de R$ 134 milhões à empresa Constran- UTC Engenharia.

Quando do seu indiciamento no dia 10 de agosto, o  ex-secretário João Abreu afirmou ao site G1, por meio de nota, que "a sua inclusão no processo era indevida, e negou, veementemente, ter recebido propina de qualquer valor, fosse do doleiro Alberto Youssef, fosse de qualquer outra pessoa ou fonte, no exercício do cargo de Secretário de Estado ou em razão dele".

Com informações do G1

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

"O grupo do PRTB tem se fortalecido", diz Beto Castro

Beto Castro (camisa clara) de mãos dadas com a militância do PRTB
O vereador de São Luís, Beto Castro, já bateu o martelo e fica no PRTB. Ele negou ter sido rejeitado pelo PCdoB do governador Flávio Dino e do PDT do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e do deputado federal Weverton Rocha.

Beto Castro disse que o partido hoje está fortalecido e que o PRTB vai brigar por vagas na Câmara Municipal, nas eleições de 2016. "O grupo do PRTB tem se fortalecido", garantiu o nobre parlamentar.

O presidente do Diretório Estadual do PRTB, Soliney Silva, disse estar feliz por ter nos quadros da legenda o vereador do Bairro de Fátima. "Estamos felizes em receber essa importante adesão ao projeto que o PRTB está construindo para São Luís. Esse grupo que chega nos torna mais fortes e a nossa expectativa é de que novas adesões sejam confirmadas nos próximos dias", declarou Soliney Silva.

Flávio Dino nega que deputado homofóbico tenha lhe representado

Causou estranheza a declaração no Twitter do governador Flávio Dino (PCdoB) ao afirmar, categoricamente, que o suplente de deputado homofóbico e racista, Fernando Furtado (PCdoB) tenha lhe representado em evento no município em São João do Caru, quando o parlamentar chamou índios de "veadinhos" e "boiolas". 

Após a verborragia ganhar repercussão nacional na imprensa e nas redes sociais, o governador comunista tratou de limpar sua imagem, dizendo que o deputado não estava ali lhe representando.

"Informo que o parlamentar não estava me representando. O PCdoB já divulgou nota oficial", disse Dino.

Barragem do Bacanga volta ao debate na Câmara Municipal

Vereador José Joaquim
A tragédia ocorrida com o rompimento de uma comporta da Barragem do Bacanga voltou a debate no plenário da Câmara Municipal de São Luís, na quarta-feira,23. Após algumas discussões proveitosas, tendo como protagonista os vereadores José Joaquim (PSDB), que concedeu entrevista ao programa “Câmara em Destaque”, veiculado pela Rádio Difusora AM dobre o assunto.

José Joaquim fez um breve histórico da situação daquele elo de ligação entre o eixo Itaqui-Bacanga com o Centro da cidade e outros bairros. Já a vereadora Rose Sales (sem partido) falou sobre uma reunião agendada para acontecer no plenário do Legislativo com a participação de parlamentares e técnicos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), para tratar do assunto da Barragem do Bacanga.

Com uma vasta documentação José Joaquim apresentou proposições solicitando providências quanto a manutenção da Barragem do Bacanga, datando desde o ano de 2001. Numa abordagem técnica até como engenheiro por formação e atuação, o parlamentar disse que “como sempre procurei deixar claro qualquer obra depois de concluída deve ser passar por manutenção, e a Barragem do Bacanga, necessariamente, enquadra-se nessa situação, pois sua construção data do na de 1970, idealizada e executada pelo notável engenheiro e prefeito Haroldo Tavares e sua brilhante equipe”.

Deputado comunista não poupa nem a igreja católica


O suplente de deputado no exercício do mandato, Fernando Furtado (PCdoB), não para de ser notícia negativa na imprensa e nas redes sociais. Depois dele chamar índios de "veados" e "boiolas", o parlamentar voltou a aparecer criticando duramente a igreja católica.

Desta vez a verborragia do deputado Fernando Furtado afirma que a igreja deve desculpas à humanidade pelos desfeitos que fez no passado. Apesar disso, o parlamentar admite que é católico não praticante.

"A igreja católica no Brasil tem muita terra, ela é quem defende essa política indigenista e não pode ser assim", declarou.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

"Não é razoável greve", diz Flávio Dino aos policiais civis


Quem diria! O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), sendo defensor do trabalhador, usou as redes sociais na terça-feira, 22, para criticar a greve dos policiais civis. Desde sexta-feira passada, 18, a categoria retornou à paralisação em todo o estado para solicitar reajustes no salário. Peritos e delegados não aderiram à greve. Em todo Maranhão, são 2.116 policiais civis.

“Não é razoável greve por conta de reivindicações a serem debatidas em 2016. Com o detalhe de que a classe tem aumento de remuneração em 2015”, diz o governador. “Greve é recurso extremo, excepcional, especialmente quando envolve serviços essenciais à população. Por isso, peço razoabilidade”, completa.

O governo comunista afirma que os servidores da Polícia Civil receberam aumento de salários, com ganhos reais que chegam a R$ 1,5 mil, incremento de 30%. Segundo o governo, as remunerações ficaram em R$ 4.900,90 em início de carreira e R$ 6.829,71 aos de nível mais alto; e garante que o reajuste influiu sobre benefícios como verbas de retribuição por Exercício em Local de Difícil Provimento, auxílio alimentação, adicional noturno (10%) e adicional de insalubridade (30%). 

Além disso, diz que concedeu abono de permanência e Gratificação de Natureza Técnica (GNT).

Com informações do G1 MA

Magistrada determina interdição da Delegacia de Cedral


A juíza Michelle Amorim Sancho Souza, titular de Cedral, publicou uma decisão na qual determina a interdição da Delegacia de Polícia Civil de Cedral (foto), e condena o Estado do Maranhão a promover a reforma com base nos padrões exigidos pela Lei de Execuções Penais. O Estado foi condenado, também, a lotar um delegado na delegacia. Desde 2012 que perdura a ação no sentido de que o Estado adeque a delegacia de Cedral.

Versa a magistrada na decisão: “Nesse sentido, em que pese a ação intentada ser do ano de 2012, os problemas apontados na inicial ainda persistem, porque, em visita à Delegacia da Comarca de Cedral, em 1º de setembro de 2015, juntamente com o promotor de Justiça, Ariano Técio Silva de Aguiar, por força de inspeção extraordinária, constatei que não há delegado titular, nem servidores suficientes - somente há 02 (dois) investigadores e 01 (uma) escrivã de polícia - e não há local adequado para a custódia de presos, em virtude, principalmente, da segurança e das condições mínimas de higiene, consoante documentos”.

À época, o Estado contestou a ação, alegando violação ao princípio da separação dos poderes, lei de responsabilidade fiscal e de licitação, e ainda, desproporcionalidade da multa. A juíza cita a Constituição Federal: “A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos: (...) O Estado deve manter adequadamente as delegacias, onde ocorre o início do sistema de justiça, sob pena de afronta ao direito fundamental à segurança”.

Eliziane Gama em busca de apoio do PMDB de Sarney


Quem diria que a deputada federal da bancada evangélica, Eliziane Gama (PPS/foto), que se elegeu defenestrando as hostes da família Sarney, agora já busca apoio do PMDB da ex-governadora Roseana Sarney.

Percebendo que vem perdendo espaço entre aliados como o governador Flávio Dino (PCdoB), que demonstra apoiar a reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Eliziane Gama tenta diversas investidas para viabilizar sua pré-candidatura à prefeitura da capital maranhense.

Já circula nos bastidores que no decorrer desta semana a nobre parlamentar do PPS terá encontro com o ex-senador José Sarney (PMDB).

Vale aguardar! 

Líder do governo passa 'sabão' em Márcio Jerry

Deputado estadual Rogério Cafeteira
A patetice orquestrada pelo secretário de estado de Assuntos Políticos, Márcio Jerry, foi criticada até mesmo pelo líder do governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSC).

Tudo porque na semana passada, o todo-poderoso secretário chegou ao destempero verbal de chamar de "patetas" os deputados de oposição ao governo Sousa Neto (PTN) e Andrea Murad (PMDB).

Para o líder do governo, a conduta do secretário Márcio Jerry foi infeliz. "Sobre o respeito com os deputados, concordo que o secretário Márcio Jerry não foi feliz na sua posição", declarou Rogério Cafeteira.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

"Valorização chegou apenas para os delegados", diz Sinpol


Por meio de nota, o Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol) critica duramente o governo Flávio Dino (PCdoB), ressaltando que o governador fez um discurso de valorização do servidor público apenas na campanha eleitoral e que após nove meses de mandato a realidade é outra. A categoria encontra-se em greve no estado reivindicando reajuste salarial, cujo governo faz vista grossa. 

Veja abaixo um trecho da nota do Sinpol:

"Durante a sua campanha eleitoral, o Governador Flávio Dino enganou a todo o funcionalismo público, afirmando que iria valorizar os funcionários públicos, pois só com servidores motivados e com condições adequadas de trabalho o Estado conseguiria prestar um serviço de qualidade ao cidadão. Ocorre que na Polícia Civil essa valorização chegou apenas para os delegados de polícia, enquanto os demais foram deixados de lado.

Qualquer bom gestor sabe que trabalhador motivado rende muito mais, entretanto, observa-se uma tremenda falta de vontade da atual gestão em dar essa motivação aos policiais civis, contrariando todas as promessas de campanha do Governador Flávio Dino, o qual prometeu valorizar o funcionalismo público, sobretudo, os policiais;

É pacífico que investir nos policiais é investir na segurança pública, e investir na segurança pública é investir no bem-estar social, e infelizmente o Governador Flávio Dino tem demonstrado total desprezo para com os policiais civis, o que acaba refletindo na qualidade do serviço prestado para com a população maranhense. Quem sofre com uma polícia desmotivada, desestruturada e desestimulada, infelizmente, é a população".

Patetice: secretário se faz de vítima nas redes sociais


O secretário de estado de Assuntos Políticos, Márcio Jerry (foto), declarou em sua página no Twitter que: "Não há um dia sequer que eu não seja agredido pela deputada Andrea Murad. Ataques grosseiros, acusações infundadas, manifestação de ódio".

Na sessão de segunda-feira, 21, os deputados Adriano Sarney (PV), Sousa Neto (PTN) e Andrea Murad (PMDB) repudiaram os insultos do secretário, por ter chamado os parlamentares de oposição ao governo Flávio Dino de "patetas".

Em meio ao embate, Márcio Jerry preferiu se colocar na posição de vítima.

PCdoB puxa orelha de deputado homofóbico e racista


Não restou outra alternativa ao PCdoB do governador Flávio Dino senão lançar mão apenas de uma pífia "Nota de Retratação" contra a verborragia do suplente de deputado estadual comunista no exercício do mandato, Fernando Furtado (foto), após o parlamentar chamar indígenas da tribo Awá-Guajá de um "bando de veados".

As declarações racistas e homofóbicas do deputado Furtado ocorreram em julho deste ano, durante uma audiência pública na cidade de São João do Caru, organizada pela Associação dos Produtores  de São João do Caru (Aprocaru).

"Lá em Brasília, o Arnaldo Lacerda (presidente da Aprocaru) viu os índios tudo de camisetinha, tudo arrumadinho, com flechinha, tudo um bando de veadinho. Tinha uns três lá que eram veados, que eu tenho certeza, veados. Eu não sabia que tinha índio veado, fui saber naquele dia em Brasília, tudo veado. Então, é desse jeito que tá: índio já consegue ser veado, boiola, e não consegue trabalhar e produzir? Negativo!", disse o deputado Fernando Furtado.

As declarações homofóbicas do deputado comunista ganharam repercussão nacional e internacional após o áudio ter vazado nas redes sociais.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Deu na Veja: PF fecha o cerco contra 'prefeita ostentação' foragida há 1 mês


Acostumada a compartilhar detalhes de sua vida luxuosa com seguidores, a ex-prefeita da pequena cidade de Bom Jardim (MA), Lidiane Rocha (PP), desapareceu não apenas das redes sociais - há exato um mês, a 'prefeita ostentação' do miserável município maranhense se esconde da polícia.

Suspeita de fraudes em licitação e desvio de recursos de merenda escolar, Lidiane foi vista pela última vez em 19 de agosto, um dia antes da Polícia Federal deflagrar a operação que levou para a cadeia dois de seus ex-secretários, Antônio Gomes da Silva (Agricultura) e Humberto Dantas dos Santos (Coordenação Política), ex-namorado da prefeita. 

Também alvo de um mandado de prisão, ela é considerada foragida desde o dia 20 daquele mês. Mas não por muito tempo, acredita o delegado federal responsável pelo caso, Ronildo Rebeldo Lages da Silveira. Segundo ele, a investigação já identificou as pessoas que têm ajudado Lidiane a se esconder. E detectar seu paradeiro é "uma questão de tempo".

Embora os investigadores ainda não tenham conseguido descobrir onde está Lidiane, Silveira afirma que a PF esteja cada vez mais perto de capturar a ex-prefeita. Os investigadores acreditam que ela continua no Maranhão. "Ela está aqui, provavelmente em um município pequeno, impossível de chegar de carro", diz o delegado. Ao longo deste mês as buscas ganharam o reforço da Polícia Civil do estado. "Eles têm uma delegacia em cada cidade, mesmo nas menores, e estão engajados. Agora, é uma questão de tempo prender Lidiane", acredita Silveira. 

Para capturar a ex-prefeita, a PF foca as investigações naqueles que a estão ajudando a se manter escondida. Os integrantes da rede de apoio a Lidiane já foram identificados, afirma o delegado. É a partir deles que a corporação acredita que identificará o esconderijo da política.

Vaidosa, Lidiane, de 25 anos, exibia nas redes sociais imagens de uma vida de alto padrão em uma cidade de 40.000 habitantes à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil. Ela candidatou-se ao cargo pela coligação "A esperança do povo". Ela é investigada por desvios de recursos da educação municipal e fraude à licitação que podem alcançar 15 milhões de reais.

Silveira afirma que 300.000 reais foram desviados de apenas um contrato com agricultores. "Ao invés de repassarem os alimentos produzidos e receberem recursos financeiros - como era previsto no contrato -, os agricultores não entregavam as produções à prefeitura, por ordem de Lidiane. Para que ficassem calados, recebiam uma pequena quantia", explicou o delegado. "No entanto, esses trabalhadores não concordaram com a prática e foram à polícia. Foi aí que as investigações começaram". O ex-namorado de Lidiane afirma desconhecer o paradeiro da ex-prefeita. O inquérito sobre o caso foi finalizado e será encaminhado à Justiça nos próximos dias.

Lidiane teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores de Bom Jesus em 5 de setembro. Ela consta também na lista de pessoas que não podem deixar o país - o Sistema Nacional de Procurados e Impedidos (Sinpi), da Polícia Federal. A corporação deu início a outras investigações contra a ex-prefeita, desta vez por desvio de verbas recebidas pelo Governo Federal destinadas à construção de escolas. Segundo o delegado, quando foi vista pela última vez, nas proximidades de São Luis, capital do Maranhão, Lidiane já estava em fuga. Ela teria decidido escapar diante da repercussão dos escândalos na imprensa local.

Com informações do site da Veja

Márcio Jerry pode ser prefeito em 2018

Governador Flávio Dino e Márcio Jerry
Tudo indica que a articulação política entre PDT e PCdoB pode levar o secretário comunista de Assuntos Políticos do Estado, Márcio Jerry, a assumir o comando da Prefeitura de São Luís, em 2018.

Basta observarmos a movimentação que tenta emplacar o nome do secretário Márcio Jerry como vice, na chapa à reeleição a ser encabeçada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), nas eleições de 2016.

Reelegendo-se, a articulação estaria perfeita, visto que Edivaldo, em 2018, se desligaria do cargo majoritário no Executivo Municipal para se lançar candidato a deputado federal. Com isso, sobrariam ainda dois anos para que o secretário Márcio Jerry comandasse a Prefeitura.

Se o governador se reeleger no pleito do mesmo ano, São Luís passaria a ter o PCdoB assumindo tanto o Governo do Maranhão quanto a Prefeitura de São Luís. 

Câmara terá nova instituição financeira


A Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís lançará edital para contratação da instituição financeira que, nos próximos anos, estará servindo ao Legislativo. O anúncio foi feito pelo presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (foto), durante reunião com 22 dos 31 parlamentares. “O edital já está pronto e os nossos procuradores estão, apenas, revisando para darmos publicidade ao certame”, disse.

O contrato com o banco Bradesco, assinado ainda na gestão passada, está prestes a findar, e por conta do infortúnio que durante alguns meses, no ano passado, ocupou a mídia local, dando ênfase a uma suposta agiotagem. Nunca comprovada de fato, a polêmica envolveu uma gerente do Bradesco e servidores da Câmara Municipal, inclusive vereadores. Por conta disso, o presidente decidiu que a escolha da nova instituição financeira deveria ocorrer através de processo licitatório.

“Estamos tratando dessa matéria com atenção redobrada para que tudo seja feito dentro da maior lisura e transparência administrativa, o que preservamos quando se trata de assuntos da Câmara”, afirmou Astro de Ogum. O presidente fez questão de enfatizar que está adotando essa providência, quanto à realização da licitação para contratar a casa bancária, para cumprir com a sua meta administrativa de dar transparência a todos os atos tomados pela direção da Casa.

Em nota, Sinpol desmente secretário Márcio Jerry

Secretário Márcio Jerry 
"Não são verdadeiras as afirmações de Márcio Jerry (Secretário de Estado de Articulação Política) de que o Governo do Maranhão tenha implantado importantes conquistas para a categoria dos policiais civis. Como dito anteriormente, em maio de 2015 foi concedido reajuste de apenas 5% sobre o subsídio dos policiais civis. 

Além disso, o Governo do Estado do Maranhão tentou maquiar um reajuste incorporando ao subsídio dos policiais a Gratificação de Natureza Técnica (GNT), a qual foi conquistada pelo Sinpol/MA, em ação judicial, e foi implantada no ano de 2014. Em 2015, o Governo do Maranhão incorporou essa gratificação ao subsídio dos policiais e acresceu apenas 5%, contabilizando como reajuste a incorporação da gratificação que já era paga. 

Talvez o Secretário Márcio Jerry, ao referir-se a importantes conquistas, esteja se referindo aos delegados de polícia, que foram agraciados com a previsão de aumento salarial para o ano de 2016, enquanto o restante da categoria, notadamente investigadores, escrivães e comissário, não. Aqueles sim obtiveram conquistas nunca antes vistas. 

Enquanto o subsídio de um investigador de polícia em início de carreira ficou em R$ 3.990,00 (após a incorporação da GNT e o reajuste de 5%), o reajuste tido pelos delegados de polícia em início de carreira foi de quase R$ 6.000,00, o que elevou seus subsídios em início de carreira para R$ 18.957,00. Ou seja, enquanto um investigador de polícia do Maranhão, que ocupa um cargo de nível superior, tem subsídio de início de carreira de apenas R$ 3.990,00, um delegado de polícia de início de carreira, que também ocupa um cargo de nível superior, tem subsídio que beira os R$ 19.000,00;

Durante a sua campanha eleitoral, o Governador Flávio Dino enganou a todo o funcionalismo público, afirmando que iria valorizar os funcionários públicos, pois só com servidores motivados e com condições adequadas de trabalho o Estado conseguiria prestar um serviço de qualidade ao cidadão. Ocorre que na Polícia Civil essa valorização chegou apenas para os delegados de polícia, enquanto os demais foram deixados de lado".

Roberto Rocha Junior presta homenagem In memoriam ao advogado Brunno Matos

A Câmara Municipal de São Luís aprovou na quarta-feira passada, 16, requerimento do vereador Roberto Rocha Júnior (PSB) solicitando que seja realizada no dia seis de outubro, uma sessão solene in memoriam ao advogado Brunno Matos (foto), cuja morte completará um ano no próximo mês, data da homenagem.

De acordo com o autor da proposta, o objetivo é homenagear um jovem que morreu de forma prematura, e que além de amigo, filho e irmão exemplar, foi um profissional com muitas qualidades e muito respeitado por todos. Rocha Júnior ressaltou ainda que Brunno Matos contribuiu de maneira relevante na gestão administrativa do Partido Socialista Brasileiro (PSB), onde exercia a função de secretário geral da legenda municipal desde 2012.

“Esta será uma justa homenagem que iremos fazer, aqui nesta Casa, ao nosso amigo Brunno Matos, pela passagem de um ano de sua trágica morte, que foi, sem dúvidas, uma perda muito grande para todos nós e para toda a sociedade que acabou perdendo uma pessoa com qualidades inestimáveis”, disse o vereador.

A cerimônia está marcada para acontecer no dia 6 de outubro, a partir das 10h, no plenário Simão Estácio da Silveira, na Câmara Municipal. Na oportunidade estarão presentes, além de familiares e amigos de Brunno além de lideranças políticas do PSB.

Brunno Matos tinha 29 anos de idade. Era advogado, assessor jurídico do senador Roberto Rocha, além de secretário geral da executiva municipal do PSB. Na madrugada do dia seis de outubro do ano passado, foi morto a facadas, após sair da comemoração da vitória do senador, no bairro Olho D´Água. Na ocasião, Alexandre Soares, irmão de Brunno e Kelvin Kin Chang também foram esfaqueados, mas sobreviveram.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Morre a matriarca da família Murad

Faleceu na madrugada desta sexta-feira,18, por volta das 3h, dentro de casa senhora Maria Tereza Duailibe Murad (foto), que tinha 86 anos, e teve morte súbita. Ela deixa sete filho: Ricardo, Jorge (marido da ex-governadora Roseana Sarney), Tetê (mulher de Fernando Sarney), Rosa, Emílio, Samira e Samir.

A morte de dona Maria Murad abalou a família Murad/Sarney, que todo domingo se reúnem para um almoço sagrado em sua residência.

Ela está sendo velada na sua residência no bairro do Olho d’Água, em São Luís-MA. O sepultamento será às 16h no Parque da Saudade, no bairro do Vinhais.

Uso de extintor de incêndio em veículos de passeio se torna opcional


O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) anunciou na quinta-feira, 17, que o uso de extintor de incêndio em veículos de passeio passa a ser facultativo no Brasil. Mas para veículos de transporte comercial de passageiros, como os ônibus, o uso do dispositivo continua obrigatório. Nesse caso, o extintor fora da validade ou a falta do equipamento renderão ao motorista cinco pontos na carteira de habilitação e multa de 127,69 reais .

O principal fator decisivo para a liberação do extintor foi a alegação dos fabricantes de que seriam necessários de três a quatro anos para atender a demanda pelo equipamento do tipo ABC, que substituiu o tipo BC - o ABC é mais completo e eficaz no combate de incêndios em tecidos e madeiras. 

O Departamento Nacional de Trânsito também informou que uma série de evoluções nos últimos anos resultaram em maior segurança contra incêndios, entre eles o corte automático de combustível em caso de colisão, o posicionamento do tanque fora do habitáculo e a capacidade de combustão dos materiais utilizados.

O caso - Em 15 de dezembro de 2014, o Contran divulgou nota dizendo que os novos extintores do tipo ABC seriam obrigatórios em todos os veículos a partir de 1º de janeiro de 2015, substituindo o tipo BC. A norma, contudo, estava valendo para veículos zero desde novembro de 2009.

No dia 5 de janeiro, pela falta de extintores no mercado, o governo divulgou nova nota, em que adiou a exigência para março. Em 25 de março, nova prorrogação, levando a obrigatoriedade para julho. Antes da data - em junho - houve nova postergação do uso para outubro.

Com informações da Veja

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Do brega ao xilindró


O cantor de brega e ex-prefeito de Presidente Vargas, Luiz Gonzaga Coqueiro Júnior, mais conhecido por Gonzaga Júnior, foi preso na tarde de quarta-feira, 16, suspeito de envolvimento com roubos de cargas de combustível no Maranhão. A prisão foi efetuada pela Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic), por meio da segunda fase do Operação Secos e Molhados.

De acordo com o delegado Lúcio Rogério Reis, titular do Departamento de Roubos e Cargas, a Polícia Civil chegou ao ex-prefeito após a prisão de três suspeitos por integrar uma quadrilha de roubo de combustível: Walisson Fraga, Nadson Sousa Silva e o guarda municipal do município de Cantanhede, Roberto Alves de Oliveira, acontecida no último mês de junho.

“O Gonzaga Júnior (como é conhecido o cantor e ex-prefeito) é proprietário de um posto de combustível no povoado Leite, entre Presidente Vargas e Itapecuru-Mirim. Desde o mês de fevereiro, a equipe do Departamento de Roubo a Cargas vem investigando o roubo a cargas na região de Itapecuru, São Mateus e Vitória”, explica o delegado.

O combustível roubado era vendido para Gonzaga Júnior, que passou a encomendar o produto para a quadrilha, deixando de ser mero receptador.

A Seic ainda ouve motoristas que foram vítimas da quadrilha, mas já apurou que foram ao menos 15 roubos desde agosto de 2014, totalizando 15 mil litros combustível roubados. Cada carga é avaliada entre R$ 45 mil a R$ 60 mil.

Ainda de acordo com o delegado Lúcio Reis, a Seic vai realizar oitivas e acareações para comprovar a participação de Gonzaga Júnior na quadrilha e outras três pessoas ainda são investigadas. “A gente tem inquéritos ainda a concluir, tem representações ainda a fazer no Poder Judiciário e deve continuar a investigação no sentido de prender todos”, diz.

Gonzaga Júnior era vice-prefeito e assumiu o comando do Executivo de Presidente Vargas após o assassinato do prefeito Raimundo Bartolomeu Aguiar, em março de 2007. Ele vai aguardar o pronunciamento da Justiça detido no Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na Região Metropolitana de São Luís.

Com informações do G1 MA

Coronel Sá fala sobre exoneração

Coronel Sá no combate à criminalidade em São Luís
“Bom dia a todos( as ) nesta data comunico que por decisão do governo assume o Sub Cmt da PM o Cel Ismael. Parabenizo a ele e que Deus lhe faça sábio e inteligente para subcomandar nossa instituição, todas as glórias a eles, aproveito o ensejo para agradecer a todos pelo apoio dado a PM enquanto sub Cmt na divulgação das ações da instituição. Quero dizer que fizemos de tudo para que os rumos melhorasse, adotando uma postura profissional , ética, proativa, honesta e leal, portanto, acho que combati um combate e fiz o que devia ser feito naquilo que podia. Agradecer ao governador pela confiança de vossa excelência, ao secretário Jefferson Portela pela amizade e oportunidade de dispor do cargo e ao cel Alves, Cmt geral, sucesso com seu novo sub Cmt. À tropa meu muito obrigado pelos trabalhos , dedicação e abnegação no combate à criminalidade. Por findo muito obrigado mesmo a todos vcs, o trabalho continua e com a graça de Deus .”  Cel Sá

A quem interessa a exoneração do coronel Sá?


A tropa militar está indignada com a exoneração do coronel Raimundo Nonato Santos Sá (foto), que foi destituído do posto de Subcomandante da Polícia Militar do Maranhão, nesta quinta-feira, 17. A decisão do governador Flávio (PCdoB) e do secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela, gerou revolta no seio da corporação e da população do estado, que tem na pessoa do oficial como um dos melhores integrantes da querida briosa do Maranhão.

Coronel Sá tem uma vasta folha de serviços prestados em prol da sociedade maranhense. Ele já gerenciou o Comando de Policiamento de Área Metropolitana 2 (CPAM 2), o 8º Batalhão e o Batalhão de Choque. Foi o primeiro coronel da primeira turma do Curso de Formação de Oficiais da PM do Maranhão.

Circula nos  bastidores que a exoneração do coronel Sá tenha motivação política e pessoal. O próprio secretário Jeferson Portela sequer soube explicar os reais motivos da queda do oficial.

Sebastião Albuquerque quer campanha para respeito aos pedestres


Visando coibir abusos cometidos contra pedestres em São Luís, o vereador Sebastião Albuquerque (DEM/foto) solicita que a Câmara Municipal encaminhe ofício ao prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) para adotar providências junto aos órgãos competentes, visando a realização de uma campanha educativa com essa finalidade.

O parlamentar democrata sugere que a campanha seja veiculada nos órgãos da imprensa com o objetivo de despertar o hábito em motoristas, motociclistas e ciclistas, o respeito aos pedestres ao atravessarem ruas e avenidas, utilizando as faixas de pedestres.

“Essa campanha sendo viabilizada, será de grande importância para contribuir com a humanização do trânsito em São Luís”, disse o vereador. 

Para Sebastião Albuquerque, “além de despertarmos o hábito de respeito aos pedestres, estaremos colaborando principalmente para o respeito, valorização e preservação da vida das pessoas, que se arriscam no trânsito de nossa cidade”.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Deu na Veja: 'Prefeita ostentação' deixa pistas falsas para confundir PF


A Polícia Federal afirma que a maior dificuldade na busca pela prefeita "ostentação" de Bom Jardim (MA), Lidiane Rocha (PP), tem sido a quantidade de pistas falsas que ela deixou. 

Segundo o chefe da Delegacia de Combate ao Crime Organizado no Maranhão, delegado Fabrizio Garbi, as pistas foram plantadas para fazer a PF se perder. Ele, no entanto, diz que ela será capturada. 

"Nós pegamos gente muito mais experiente em fugir, a qualquer momento ela poderá ser presa", disse o delegado.

Conhecida pela ostentação de bens de luxo, vaidade em excesso e uma condição financeira muito superior à da população de Bom Jardim, Lidiane está foragida desde o dia 20 de agosto. A prefeita é suspeita de desvios de recursos da educação municipal e fraude à licitação que podem alcançar 15 milhões de reais.

Ela está no Sistema de Nacional de Procurados e Impedidos (Sinpi) e não pode deixar o Brasil. O sistema é consultado por agentes da PF em aeroportos, portos e postos de fronteira, antes da autorização para saída ou entrada no país.

Moção de aplausos

A Câmara Municipal de São Luís concedeu na última segunda-feira, 14, Moção de Aplausos ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e ao secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, pelas recentes obras de intervenções na mobilidade urbana de São Luís.

A homenagem foi proposta pelo vereador Roberto Rocha Júnior (PSB/foto). Ele parabenizou a Prefeitura e destacou que as obras realizadas, por meio da SMTT, já estão desafogando o trânsito e beneficiando condutores, pedestres e usuários de transporte coletivo.

“O trânsito de nossa cidade sempre foi muito caótico, e essas intervenções que estão sendo executadas pela Prefeitura, por meio da SMTT, já estão mostrando resultados muito positivos, pois está minimizando os problemas da mobilidade urbana de nossa cidade, reduzindo o congestionamento e promovendo muitas melhorias”, elogiou Roberto Rocha Júnior.

“Dois milésimos”


Por Lilian Witte Fibe

Estou muda. Deixa ver se eu entendi. Os servidores esperam 7 meses a mais pelo reajuste, adiado de janeiro para agosto do ano que vem, enquanto a inflação come o salário em quase 10% ao ano. Isso equivale a um “corte” de R$ 7 bilhões.

Já na prometidíssima redução dos ministérios, o “corte” possível é de R$ 200 milhões. E ainda vão ser anunciados. Ninguém sabe ninguém viu o que nem quem vai ser “economizado”.

Corta o Minha Casa, Minha Vida, corta o PAC (programa que deveria acelerar o crescimento mas que resultou no encolhimento do Brasil), corta na Saúde.

E propõe a volta da CPMF.

Essa depende do Congresso, que, em 2007, impôs a primeira derrota ao então superpopular presidente Lula, recusando-se a prorrogá-la.

Não vou comentar a pérola do dia, pronunciada pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, sobre o imposto. ” Você compra um ingresso de cinema com cartão e teria, por exemplo, dois milésimos pra ajudar a cobrir o rombo.”

Tive que ouvir, ler e reler várias vezes o que ele disse para acreditar.

Quanto dinheiro na propaganda do Minha Casa, Minha Vida, pra anunciar corte de –  um momento. 15 dividido por 3 ainda é igual a 5. Estão cortando em um terço o Minha Casa Minha Vida, embora aleguem uma tremenda ginástica fiscal via uso do dinheiro do Fundo de Garantia. Previstos 15, suprimem-se 4.8 bilhões, com a observação de que se trata de “transferência de recursos”.

PAC e Saúde: machado igual nos dois.

E mais uma tonelada de medidas cheia de nomes técnicos. Que preveem também o aumento do imposto das empresas. Que preguiça. Que decepção. Coitados. Esses dois ministros, Levy e Nelson Barbosa, Planejamento, neste momento, me inspiram sentimento de pena, de piedade.

Recessão, sai de baixo.

Andrea Murad peita João Alberto

Roberto Costa e o senador João Alberto contra Ricardo Murad e a deputada Andrea Murad disputam comando do PMDB
A deputada estadual Andrea Murad deve mesmo peitar o senador João Alberto de Sousa na disputa interna pelo comando do PMDB no Maranhão, cuja eleição está prevista para ocorrer em dezembro deste ano. Até lá, muita coisa pode acontecer nas hostes peemedebistas no estado.

Andrea Murad tem alfinetado João Alberto, alegando que lideranças do partido no interior do Maranhão já a convidaram para entrar na disputa pelo comando da sigla no estado. No entanto, o senador pretende se manter na direção estadual do PMDB, o que promete gerar uma crise política e pessoal entre ambos.

A ideia seria simples: com o comando estadual da legenda, a deputada Andrea Murad poderia salvar uma eventual pré-candidatura do seu pai, o ex-secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad, na corrida sucessória à Prefeitura de São Luís.

Já João Alberto é contra a virtual pré-candidatura de Ricardo Murad, em detrimento de apoiar apenas a pré-candidatura do deputado estadual Roberto Costa na disputa pela Prefeitura de Bacabal, em outubro de 2016.

Como se pode observar o clima é tenso nas hostes do PMDB maranhense. 

Vereador solicita videomonitoramento para a Via Expressa


Preocupado com a falta de segurança pública em São Luís, o vereador Josué Pinheiro (PSDC/foto) apresentou indicação à Câmara Municipal, solicitando ao Governo do Estado que determine ao órgão competente a instalação de câmeras de videomonitoramento ao longo da Via Expressa.

Como justificativa, o nobre parlamentar apontou que tem sido bastante divulgado, através da imprensa, que naquele local já ocorreram diversas ações de vândalos e marginais, que abordam os veículos, atemorizando os motoristas e passageiros de assalto, assim como outros condutores utilizam as pistas para disputa de velocidade, prática conhecida como ‘racha”.

O vereador acrescentou que “sendo assim, a população que trafega pela Via Expressa fica vulnerável, principalmente nos finais de semana e em horários noturnos, pois a via está localizada em uma área ainda pouco habitada”. 

Josué Pinheiro salientou que São Luís vem enfrentando graves problemas de segurança pública por conta do rápido crescimento social. “A implantação das câmeras de segurança será essencial para reduzir o elevado índice de violência na região”, frisou o parlamentar.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Ricardo Murad ainda tenta emplacar candidatura pelo PMDB


O ex-secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad (foto), ainda tem como viável uma eventual pré-candidatura à Prefeitura de São Luís pelo PMDB. No entanto, a briga de foice interna no partido é incerta, tendo o senador João Alberto de Souza como desafeto nas eventuais pretensões de Murad.

Apesar disso, o ex-titular da Saúde do governo Roseana Sarney (PMDB) acredita que pode conquistar aliados a seu favor dentro da sigla. Ele destaca que o processo eleitoral, visando o pleito de 2016, demonstra indefinição do eleitorado da capital por nomes que já estão sendo colocados na pauta sucessória ao Palácio La Ravardière, sede do governo municipal.

Para ele, mais da metade do eleitorado está indefinido. "Mais de 52% do eleitorado de São Luís está indefinido. Minha rejeição para um político que já passou por tantos cargos, está muito baixa comparada à do prefeito (Edivaldo Holanda Júnior). Então, a vontade expressa na pesquisa mostra que o nosso povo quer um prefeito diferente dos candidatos que disputaram a última eleição", declarou.

Com esse discurso, Murad tenta convencer a direção municipal do PMDB que seu nome é viável, mas esbarra no posicionamento contrário do deputado estadual Roberto Costa, que preside a sigla em São Luís, mas deve sair candidato a prefeito de Bacabal. 

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Prefeita 'ostentação' ainda desafia a Polícia Federal


Sem sombra de dúvida a ex-prefeita 'ostentação' de Bom Jardim, Lidiane Leite (foto), ainda é um mistério que desafia a cúpula da Polícia Federal no Maranhão. Lidiane está foragida desde o dia 20 de agosto quando teve sua prisão decretada pela "Operação Éden", da Polícia Federal que investiga desvios de verbas da educação referentes à merenda escolar e à reforma de escolas no município.

A operação prendeu ex-secretários de Agricultura, Antônio Gomes da Silva, conhecido como 'Antônio Cesarino' – também presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Bom Jardim (STTR) – e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha, ex-namorado de Lidiane Leite.

O escândalo na administração pública de Bom Jardim ganhou repercussão internacional após o sumiço da prefeita. A Polícia Federal inclusive solicitou à Interpol que incluísse o nome de Lidiane Leita na lista vermelha da organização.

A vice-prefeita, Malrinete Gralhada (PMDB), tomou posse do cargo de prefeita, no dia 28 de agosto, no Fórum de Bom Jardim, pelo juiz titular da 2ª Vara da Comarca Cristóvão Sousa Barros. A cidade estava sem gestor desde que a prefeita Lidiane Leite da Silva, de 25 anos, fugiu após ter a prisão decretada pela "Operação Éden", da Polícia Federal.

Até agora, ninguém sabe e ninguém viu Lidiane!

Fábio Câmara recorre à Cemar para apurar arrecadação da Citeluz


Ao perceber que não conseguirá instalar uma CPI na Câmara Municipal, para apurar supostos contratos irregulares entre a Prefeitura de São Luís e a Citeluz, o vereador Fábio Câmara (PMDB) protocolou ofício à Companhia Energética do Maranhão (Cemar) para saber quanto o Município arrecada com a taxa de iluminação pública. O parlamentar solicitou relatório dos 13 anos sobre montante arrecadado com a taxa identificada nas contas de energia com a sigla Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

No documento, o peemedebista solicita ainda a cópia do contrato da prestação de serviços de arrecadação e cobrança da contribuição da iluminação pública, informações sobre o faturamento mensal da conta de energia referente ao consumo de energia do parque de iluminação e valores das alíquotas da CIP por classe de consumo e por faixa de consumo repassado à Prefeitura de São Luís. Os pedidos foram direcionados ao diretor-presidente da companhia, Augusto Miranda da Paz.

A apuração teve início após o parlamentar descobrir evidências de irregularidades no processo de licitação milionário da Prefeitura para contração de empresa especializada na prestação de serviços de gerenciamento completo e continuado do Parque de Iluminação Pública do município. De acordo com Fábio Câmara, as informações solicitadas à Cemar serão importantes para esclarecer o que a administração municipal vem fazendo com os recursos repassados pela companhia através da Contribuição de Iluminação Pública.

"Quem sabe como é aplicada a verba da CIP que se paga, todo mês, em São Luís? Em treze anos não sabemos quanto foi arrecadado, mas o cidadão ficará no escuro se quiser saber, em detalhes, como a prefeitura aplica o dinheiro", declarou o vereador.