Comercial da Prefeitura de São Luís

Comercial da Prefeitura de São Luís

domingo, 24 de setembro de 2017

Eliziane depende do PPS e do PCdoB para disputar o Senado em 2018


A deputada federal Eliziane Gama (foto) tem dado declarações à imprensa que o seu mandato depende das decisões do PPS e que se o seu partido decidir que ela deve sair candidata ao Senado, em 2018, ela estará pronta.

No entanto, Eliziane depende ainda de um aval do governador Flávio Dino (PCdoB), que já conta em sua trupe de pré-candidatos ao Senado figuras como o ex-governador do Maranhão e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), além dos deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Waldir Maranhão (PP).

Em recente entrevista ao jornal O Imparcial, Eliziane declarou que o seu projeto ao Senado não é um projeto individual.

"É um projeto majoritário que envolve grupos. Estou à disposição do meu grupo, do meu partido. Se o partido entender que o nosso nome é melhor para o Senado, eu vou sim. O meu mandato não é meu, é partidário. Se o partido decidir isso, estou à disposição" afirmou Eliziane Gama.

Lidiane Leite volta a ser destaque na imprensa nacional após nova decisão judicial


A ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite (foto), mais uma vez foi destaque na imprensa nacional. O jornal O Estado de S.Paulo, o "Estadão", divulgou que o juiz Raphael Leite Guedes do Tribunal de Justiça do Maranhão condenou a ex-gestora, que ficou conhecida pelo apelido de "prefeita ostentação", a devolver a quantia de R$ 998 mil em verbas públicas.

O montante seria destinado a obras de asfaltamento das ruas do município, cujos serviços nunca foram executados. Lidiane também terá que pagar multa correspondente a 100 vezes o valor de seu salário quando ocupava o cargo e perderá seus direitos políticos por cinco anos.

Segundo o magistrado, é possível verificar, "de forma cristalina" que as obras de pavimentação asfáltica, execução de meios fios, sarjetas, passeios públicos e sinalização vertical e horizontal, que foram objetos do contrato milionário, não foram executadas.

O juiz Raphael Guedes diz ainda que sequer houve publicidade no processo de licitação para pavimentar as ruas de Bom Jardim.

Lidiane Leite foi presa pela Polícia Federal, em 2015, sob suspeita de desvios de recursos públicos da merenda escolar do município. A ex-prefeita ficou 39 dias foragida, antes de se apresentar à PF. Após 11 dias, ela foi solta com uma tornozeleira eletrônica. A ex-gestora responde a diversos processos na Justiça por malversação de dinheiro público.

sábado, 23 de setembro de 2017

Vereador do PCdoB apanha de seguranças da prefeita de Bom Lugar


Um fato inusitado aconteceu no município de Bom Lugar, distante cerca de 300 Km de São Luís. Seguranças da prefeita Luciene Costa (PV) são acusados de terem espancado o vereador Pedro Miranda (PCdoB), após o parlamentar fazer críticas à gestão municipal na Câmara de Vereadores.

O caso foi registrado na Delegacia de Bom Lugar e o fato já é de conhecimento do secretário de estado de Segurança Pública, Jefferson Portela (PCdoB). Luciene Costa é esposa de Rogério Pitbull, que é pré-candidato a deputado estadual.

O vereador Pedro Miranda garante que levará o caso até as últimas instâncias judiciais para eventuais reparações de danos morais e físicos sofridos.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

"Não há lei regulamentando a franquia de ônibus especiais", diz Canindé Barros


O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros (foto), disse não existir uma legislação específica para garantir a franquia de ônibus especiais, destinados a cortejos fúnebres e demais manifestações artístico-culturais. A afirmativa foi feita pelo titular da SMTT, em entrevista exclusiva ao programa Câmara em Destaque (Rádio Difusora AM-680Khz), apresentado pelos jornalistas Mario Carvalho, Adriana Nogueira e o radialista Ademar Monteiro.

Canindé destacou que esse tipo de serviço tem funcionado de forma precária e que agora, com a Lei da Licitação dos Transportes Públicos em vigor, isso deve mudar. "O que existe nesse momento é apenas um acordo com os consórcios das empresas de transporte que atuam na cidade em disponibilizar de dois a três ônibus para as comunidades. Porém, existem comunidades que a demanda é bem maior", frisou.

Para o secretário, cabe à Câmara Municipal elaborar uma legislação específica, por entender que com a vigência da licitação inerente ao setor, tudo incide na planilha de custos das empresas. "Qualquer benefício no setor tem que ser dito de onde sairão os custos para bancar qualquer gratuidade", ressaltou Canindé.

Nesta quinta-feira, 21, aconteceu uma audiência pública na Câmara de São Luís, proposta pelo vereador Cezar Bombeiro (PSD), para discutir o assunto.  

Veja o vídeo: João Alberto se nega a responder questionamentos da TV Globo sobre a inércia da Comissão de Ética do Senado


O senador João Alberto Souza (PMDB) foi alvo de críticas na edição desta quinta-feira, 21, do telejornal Bom Dia Brasil (TV Globo), por ter se negado a responder questionamentos sobre a inércia do Conselho de Ética do Senado, cujo parlamentar maranhense preside o colegiado. 

A matéria engloba não só o Senado, mas também a Câmara Federal. João Alberto preferiu silenciar e evitar a exposição na mídia global, o que acabou o tiro saindo pela culatra.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Maura Jorge pode ser cooptada pelo PMDB a compor chapa a vice de Roseana


A pré-candidata ao governo do Maranhão, a ex-deputada Maura Jorge (Podemos), pode ter seu sonho majoritário pela metade. É que nas hostes do grupo Sarney e do PMDB já avaliam a possibilidade de convidar a ex-prefeita de Lago da Pedra para compor chapa a vice da ex-governadora Roseana Sarney, que deve concorrer, pela quinta vez consecutiva, ao Palácio dos Leões.

Até o momento, Maura Jorge ainda não falou sobre o assunto, mas há quem diga que o Podemos não deve aceitar que a ex-deputada deixe a cabeça de chapa ao governo, em detrimento de um projeto político de segundo plano.

vale aguardar!

Marcial Lima convida população, em massa, para discutir a saúde de São Luís


O vereador Marcial Lima (PEN) aposta na grande participação popular durante audiência pública, de sua iniciativa, que acontecerá nesta sexta-feira, 22, no plenário da Câmara Municipal de São Luís, para discutir as problemáticas da saúde na capital maranhense.

"Venho aqui nesta tribuna, fazer um convite a toda população da cidade. Na próxima sexta-feira, às 10h, estaremos realizando uma audiência pública sobre a saúde de São Luís. Faço um convite também à comissão de saúde, na pessoa do vereador Umbelino Junior, que é o presidente, para que possamos tratar deste assunto bastante delicado", declarou o parlamentar.

Marcial Lima disse que tanto o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, quanto o secretário estadual, Carlos Lula, foram convidados para o evento.

"Assim que, inicialmente, convidamos o secretário Lula Fylho, ele havia assumido o órgão e ele prontamente solicitou que fosse feita a transferência da data, e nós acatamos. Decidimos transferir para esta próxima sexta. Espero que as pessoas venham aqui para participar desta audiência. E que os dois secretários venham aqui, com todo corpo das secretarias, para discutir este assunto”, frisou.

Minoria da bancada maranhense rejeita mudanças no sistema eleitoral para 2018


Nove deputados federais da bancada maranhense votaram favoráveis à alterações no sistema de votação proporcional, enquanto oito parlamentares se dispuseram a votar contra qualquer mudança para as eleições de 2018.

A chamada PEC da reforma política, que instituía o chamado “distritão” foi rejeitada por ampla maioria de votos. Do total de 513 deputados, apenas 205 parlamentares apoiaram a alteração, outros 238 foram contrários. 

Para que a proposta avançasse, eram necessários pelo menos 308 votos. Dos 50 peemedebistas presentes, apenas sete se posicionaram contra a mudança.

A PEC pretendia substituir o atual modelo proporcional pelo distritão, em 2018 e 2020, e pelo distrital-misto, em 2022. Esse último sistema é defendido por grande parte do PSDB.

Veja a lista abaixo:

Maranhão (MA)

Alberto Filho- PMDB (Sim)
Aluisio Mendes- Podemos (Sim)
André Fufuca- PP (Sim)
Cleber Verde PRB (Não)
Eliziane Gama- PPS (Não)
Hildo Rocha- PMDB (Sim)
João Marcelo Souza- PMDB (Sim)
José Reinaldo- PSB (Sim)
Junior Marreca- PEN (Não)
Juscelino Filho- DEM (Sim)
Luana Costa- PSB (Não)
Pedro Fernandes- PTB (Não)
Rubens Pereira Júnior- PCdoB (Não)
Victor Mendes- PSD (Sim)
Waldir Maranhão- PTdoB (Não)
Weverton Rocha- PDT (Sim)
Zé Carlos- PT (Não)

Total Maranhão: 17

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Se o Plano "A" não empolgar, Braide pode ser o Plano "B"?


Já circula nos bastidores políticos que caso a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) não se empolgue em sair candidata, pela quinta vez consecutiva, na disputa ao Palácio dos Leões, em 2018, o nome do grupo Sarney pode vir a ser o do deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Braide cresceu bastante depois de ter sido bem avaliado na última disputa eleitoral municipal em São Luís, quando em 2016, perdeu apenas por um quantitativo de mais de 41 mil votos contra o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), que teve o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB).

De lá pra cá, Braide tem se mostrado um ferrenho adversário do chefão comunista no Maranhão, com intervenções pontuais e ásperas na tribuna da Assembleia Legislativa contra o governo estadual.

Há quem diga que o Plano "B", caso Roseana resolva não encarar uma nova corrida eleitoral, Braide seria a ponte para garantir a desocupação dos comunas do Palácio dos Leões.

Falta só oficializar o convite!

Audiência pública discutirá franquias para ônibus especiais em São Luís


O líder do PSD na Câmara de São Luís, vereador Cezar Bombeiro (foto), espera contar com expressiva participação popular na audiência pública, de sua iniciativa, para discutir as franquias para os ônibus especiais, prevista para acontecer nesta quinta-feira, 21, a partir das 10h, no plenário do Legislativo Municipal.

Segundo o parlamentar, a audiência visa discutir o transito livre à pessoas que precisam e praticam atividades culturais, religiosas e o translado fúnebre (velório), etc. 

"O objetivo será sensibilizar a sociedade, e dar sua possível importância para aquelas pessoas de movimentos culturais, religiosos entre outras, que precisam de uma forma ou de outra se locomover para apresentar suas atividades. Principalmente pessoas de baixa renda", declarou Cezar Bombeiro.

Rocha defende Alckmin como candidato do PSDB à Presidência da República


O senador Roberto Rocha (PSB) aposta todas as fichas que o nome do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, deve ser o escolhido no ninho tucano para ser o candidato do PSDB à Presidência da República, nas eleições gerais de outubro de 2018.

Rocha, que está a um passo de voar de volta ao ninho do tucanato, acredita que a figura do governador paulista seria muito mais forte do que o nome do prefeito de São Paulo, João Doria Junior, que defende a disputa interna na legenda para definir quem será o candidato do PSDB no próximo pleito.

Recentemente, o senador socialista maranhense esteve reunido no gabinete do governador Alckmin costurando sua volta ao PSDB, o que gerou grande repercussão negativa entre aliados do vice-governador Carlos Brandão, atual presidente dos tucanos no Maranhão.

Brandão defende que o PSDB venha marchar junto ao PCdoB pela reeleição do governador Flávio Dino, em 2018. Caso o senador Roberto Rocha consiga voltar ao ninho tucano, essa aliança ficaria impossível, já que que o parlamentar deverá sair candidato ao governo estadual.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Carioca já vislumbra pré-candidatura a deputado estadual com apoio de Kassab


O polêmico ex-vereador de São Luís, Paulo Roberto Pinto Lima, mais conhecido pela alcunha de "Carioca" (foto), já trabalha com a possibilidade real de vir a disputar uma cadeira à Assembleia Legislativa do Maranhão, em outubro de 2018, pelas hostes do Partido Social Democrático (PSD).

Segundo ele, a vontade é enorme de voltar à cena política tanto na capital quanto no estado. "Fui convidado recentemente pelo presidente nacional do PSD, o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, a me filiar na legenda e concorrer a um cargo proporcional neste novo pleito e quem sabe até, em 2020, sair candidato a prefeito de São Luís", declarou.

Em 2012, Carioca ficou na primeira suplência à Câmara Municipal da capital, obtendo um quantitativo de 2.893 votos pelo PRTB, perdendo a vaga para o vereador Beto Castro. 

No segundo semestre de 2016, chegou a ocupar por mais de um mês a cadeira como titular do Legislativo, após determinação judicial que afastou, temporariamente, o vereador Beto Castro, por compra de votos. Na época, Beto era seu adversário político, mesmo sendo os dois mancebos do mesmo partido.

Agora, Carioca disse que retorna renovado, com novos planos e com todo gás para enfrentar uma nova campanha eleitoral.

Por que o silêncio do ministro Sarney Filho sobre a Renca?


Enquanto indígenas e demais artistas de renome nacional e internacional, como é o caso da modelo brasileira Gisele Bündchen, utilizam os badalados palcos do Rock in Rio para protestar contra os impactos minerais e ambientais na Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca), uma voz ainda permanece em silêncio e envolve um membro do governo federal e do Partido Verde, o ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho.

A polêmica persiste desde o dia 22 de agosto deste ano, quando o governo do presidente Michel Temer (PMDB) editou o decreto nº 9.142/2017, que extinguiu a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca), localizada entre os estados do Pará e do Amapá. 

A medida foi criticada nos mais variados meios de comunicação por artistas, ambientalistas e indígenas, que alegam o afrouxamento das exigências ambientais e a “entrega” do patrimônio mineral brasileiro a interesses privados, o que forçou o governo a lançar mão de um novo decreto (9.147/2017), mantendo a extinção da Renca, entretanto, reforçando a existência de regras já aplicáveis e trazendo algumas novidades.

De lá pra cá, só o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, tem dado declarações sobre o caso, enquanto deveria ter um posicionamento mais firme do também ministro Sarney Filho, já que a celeuma envolve uma postura ambiental do Brasil, que vem sendo cobrada em âmbito internacional em defesa da Amazônia.

Vale ressaltar que o decreto de 22 de agosto dispunha especificamente, no seu artigo 2º, que a extinção da Renca “não afasta a aplicação de legislação específica sobre proteção da vegetação nativa, unidades de conservação da natureza, terras indígenas e áreas em faixa de fronteira.”, o que reforça a necessidade de observância das normas vigentes, sejam elas ambientais, ou de outra natureza.

Por conta do que preconiza a legislação ambiental no país, faz-se necessária uma palavra urgente e esclarecimentos mais vigorosos do ministro Sarney Filho, que vem sendo deixado pelo governo em segundo plano, enquanto a nação brasileira grita e pede mais respeito ao ecossistema que envolve não só a Renca, mas também toda uma complexa região de extrema importância ambiental para o mundo.

Com a palavra o ministro de Meio Ambiente!

domingo, 17 de setembro de 2017

Sarney volta a aconselhar Temer após novas denúncias de Janot


O presidente Michel Temer (PMDB) esteve reunido neste domingo, 17, com o ex-presidente da República e ex-senador José Sarney (PMDB). O encontro ocorreu no Palácio do Jaburu, tendo os dois discutido a crise política atual e eventuais saídas para debelar o momento de caos, após a segunda denúncia contra o presidente apresentada pelo ainda procurador-geral Rodrigo Janot, na quinta-feira passada.

Segundo blog da jornalista Andreia Sadi- do portal G1- a conversa ocorreu após Temer se reunir nos últimos dois dias com aliados e advogados, em São Paulo, e em Brasília (DF), para discutir a estratégia jurídica contra a nova denúncia por obstrução de justiça e organização criminosa.

Vale ressaltar que o ex-presidente Sarney tem sido o conselheiro-mor de Temer, desde que o presidente assumiu o governo federal e passou a enfrentar graves crises políticas.

Edivaldo consegue neutralizar insatisfações da oposição na Câmara


Apesar de pontuais críticas aqui e acolá, em meio à singela oposição ainda existente na Câmara de São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) vem conseguindo neutralizar eventuais situações de desgaste político, que permeiam sua segunda gestão no comando da administração municipal desde os primeiros dias do novo mandato eletivo.

O primeiro semestre deste ano foi marcado por um intenso bombardeio contra o prefeito Edivaldo, com petardos disparados em todas as direções, em especial visando setores cruciais de uma gestão pública como: Saúde, Educação, Transporte e Infraestrutura Urbana.

Lideranças partidárias na Câmara acuaram de todas as formas o gestor, que teve de contar com a defesa intransigente de sua base política no Legislativo, comandada pelo líder do governo municipal, vereador Pavão Filho, além dos vereadores Raimundo Penha e Osmar Filho (todos filiados ao PDT).

Já neste segundo semestre, o clima parece ser mais ameno para o prefeito, apesar de ainda haver algumas ásperas críticas individuais contra o chefe do Executivo. No entanto, determinadas obras de asfaltamento nos bairros- com o programa Asfalto na Rua-, a urgente recuperação de unidades de ensino, a suspensão da greve dos professores e a melhoria no sistema viário da cidade, deram um novo ânimo e alento ao prefeito.

O sucesso da Feirinha São Luís, todos os domingos na Praça Benedito Leite, no centro histórico da capital maranhense, também conseguiu alavancar a então combalida popularidade de Edivaldo. Vale ressaltar que a iniciativa se deve a uma sacada de mestre do secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, vereador licenciado Ivaldo Rodrigues (PDT), cujo evento já faz parte do calendário artístico-cultural da cidade.

Mesmo sem estar surfando em altos índices de popularidade, o prefeito Edivaldo conseguiu tomar fôlego e repensar suas ações de trabalho a bem da população de São Luís.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Pavão Filho destaca obras de melhoria asfáltica para a Cidade Olímpica


Como forma de agradecimento aos pleitos de sua autoria reivindicando a realização de obras de infraestrutura no Bloco C da Cidade Olímpica, o vereador Pavão Filho (PDT) apresentou na Câmara Municipal de São Luís uma moção encaminhada ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT). A proposição foi aprovada pelo plenário da Casa.

O pedetista informa que os pleitos foram atendidos por meio dos requerimentos nº 199/2014, 271/2014, 357/2014, 457/2015, 662/2015, 679/2015 e 084/2016, solicitando pavimentação asfáltica para as ruas 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19, na Cidade Olímpica. Ao mesmo tempo parabeniza os governantes pela realização das obras.

“Manifestamos nossa profunda satisfação pela concretização das obras de pavimentação asfáltica da Cidade Olímpica, que foi fruto de uma luta intensa que teve a participação ativa do Conselho Popular da Cidade Olímpica e mais de 20 lideranças do bairro”, destaca o vereador.

Pavão Filho disse ainda que foram realizadas várias reuniões e permanentes cobranças junto à Prefeitura de São Luís, objetivando a efetivação das obras de asfaltamento do Bloco C da Cidade Olímpica.

"Ressaltamos ainda que as obras foram iniciadas em 2016 pela Prefeitura de São Luís e continuadas em 2017, disponibilizando benefícios imensuráveis a referida comunidade, que foi contemplada com asfaltamento de qualidade, oportunizando melhores condições de mobilidade e consequentemente a satisfação plena dos moradores”.

Enquanto um entra no PSDB, outro deixa o ninho tucano


A semana política foi marcada pelo desembarque do PSB e a nova filiação do senador Roberto Rocha ao PSDB, paralelo à reação contrária do vice-governador Carlos Brandão, que deve deixar o ninho tucano para entrar de cabeça no Partido Progressista (PP) do deputado federal Waldir Maranhão.

Rocha garantiu que seu retorno às hostes do PSDB, pode ser entendido como uma singela volta ao passado, para preparar uma ponte para o futuro. Vale ressaltar que o nobre senador é pretenso candidato ao governo do Maranhão, nas eleições de 2018, em oposição à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Cezar Bombeiro agradece pelas obras e serviços na Gancharia


O líder do PSD na Câmara Municipal de São Luís, vereador Cézar Bombeiro (foto), utilizou a tribuna da Casa para agradecer tanto à Prefeitura quanto ao Governo do Estado pela parceria institucional que resultou na pavimentação asfáltica no bairro da Gancharia, situado na área Itaqui-Bacanga. 

A obra realizada é fruto de um requerimento e uma indicação apresentada no Legislativo pelo parlamentar. "Gostaria de fazer um agradecimento ao nosso prefeito (Edivaldo Holanda Junior-PDT) e ao governador Flávio Dino (PCdoB). Fiz um requerimento ao prefeito e uma indicação ao governo para o bairro da Gancharia no âmbito dos programas Asfalto na Rua e Mais Asfalto. Tivemos a proposta atendida e os serviços de pavimentação realmente chegaram na Gancharia", disse o vereador.

Cézar Bombeiro destacou que a sua vida parlamentar não será feita só de críticas. "Quando houver acerto, agente estará aqui para parabenizar e quando houver erros, nós iremos criticar", frisou.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Canindé diz que as obras viárias no Turu irão continuar a bem da população


O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros (foto), disse nesta quinta-feira, 14, com exclusividade ao programa Câmara em Destaque (Rádio Difusora AM- 680 Khz), que todas as alterações viárias que estão sendo concluídas na área das avenidas São Luís Rei de França/ General Arthur Carvalho e vias adjacentes continuam, mesmo a contra gosto de alguns moradores que ainda querem exclusividade e comodidade em detrimento da comunidade em geral.

Canindé ressaltou que o protesto desta quinta teria sido promovido por moradores do condomínio Green Park Village, que fica situado na área de acesso à avenida Arthur Carvalho. Ele também destacou que alguns estudantes acabaram entrando na manifestação motivado por esse grupo de moradores do prédio.

Para o titular da SMTT, a cidade cresceu de forma desordenada e precisa ser equacionado o problema do trânsito em diversos pontos estratégicos, como no Turu, na avenida Guajajaras (São Cristóvão) e em outros pontos de vias públicas.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Geraldo Alckimin deve desembarcar no Maranhão


Depois da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), agora será a vez do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), desembarcar em terras maranhenses. 

Sem data ainda confirmada, Alckmin, pretenso candidato tucano à Presidência da República, em 2018, garante que estará no estado, visitando em especial, a região Sul do Maranhão. "Podem colocar café no bule que em breve estaremos por aí", diz o tucano emplumado.

Há quem diga que o convite tenha partido do gabinete do senador Roberto Rocha, que está deixando as hostes do PSB e deve retornar ao PSDB, com possibilidade real de assumir o comando estadual do partido no estado.

Aguardem!

O bom filho a casa torna: Roberto Rocha quer voar de volta ao ninho tucano


Não resta mais nenhuma dúvida que o senador maranhense Roberto Rocha já está de malas prontas para voltar ao ninho tucano do PSDB. O parlamentar já anunciou não ser mais o líder da bancada do PSB no Senado. Uma semana após assumir o posto, em virtude da desfiliação de Fernando Bezerra, que foi para o PMDB, Rocha acabou sendo substituído pela senadora baiana Lídice da Mata.

O vice-líder será o sergipano Antônio Carlos Valadares. O movimento interno é mais um indício de que Rocha deve mesmo voltar para o PSDB – de onde torcerá pela ascensão do vice-governador de São Paulo, Márcio França, à presidência do PSB para ter o partido em seu palanque na disputa pelo Governo do Maranhão, em 2018.

Ainda filiado ao PSB, Rocha vai mantendo uma disputa intestinal contra o deputado estadual Bira do Pindaré, que deseja a todo custo entregar de bandeja o partido para o governador Flávio Dino (PCdoB), visando apoio futuros no próximo pleito.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Cézar Bombeiro destaca asfaltamento na Gancharia


O líder do PSD na Câmara Municipal de São Luís vereador Cézar Bombeiro, agradeceu ao governador Flavio Dino (PCdoB), pelo atendimento à indicação nº 289/2017, aprovada na Casa, para o asfaltamento do bairro da Gancharia. 

O parlamentar, que visita constantemente a comunidade, recebeu a reivindicação de lideranças para que fossem feitos esforços com vistas ao asfaltamento das ruas do bairro, o que iria melhorar consideravelmente a locomoção de veículos e pessoas, além de se constituir em uma antiga aspiração dos moradores.

Cézar Bombeiro garantiu que não mediria esforços e que iria lutar ao lado da comunidade para que o sonho dela fosse transformado em realidade. Através de indicação do legislativo municipal, o governador Flavio Dino mostrou-se bastante sensibilizando com o pedido  e levou o Mais Asfalto para o bairro da Gancharia. 

O benefício foi recebido com festa por toda a população do bairro, que reconheceu o interesse do vereador e do governador.

Gabinete de vereador do PT sofre princípio de incêndio


O início da sessão nesta terça-feira, 12, na Câmara Municipal de São Luís, foi inviabilizado depois de ter sido constatado na Casa um princípio de incêndio, por conta de um curto-circuito no sistema de ar-condicionado no gabinete do vereador Honorato Fernandes (PT).

Segundo o parlamentar, por volta das 9h30, alguns assessores que se encontravam no local, após ligarem o aparelho perceberam um curto-circuto, tendo sido gerado um princípio de incêndio, que foi debelado por técnicos do Legislativo.

Honorato destacou que felizmente ninguém ficou ferido e que tudo não passou apenas de susto momentâneo. "A situação aconteceu, mas foi tudo resolvido imediatamente por funcionários da Casa", frisou o vereador, que também responde pela presidência do diretório municipal do PT em São Luís.

Edison Lobão e João Alberto não devem participar da CPMI da JBS


Os senadores do PMDB da bancada maranhense, Edison Lobão e João Alberto, não devem participar da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS. É que dos 23 parlamentares da sigla na Casa, pelo menos 10 receberam doações indevidas do grupo frigorífico da JBS, que é um dos principais alvos das investigações da operação Lava Jato.

O PMDB possui a maior bancada no Senado e, portanto, teria direito a dez cadeiras na CPMI, mas nenhum dos representantes da sigla se interessou em fazer parte desta Comissão, que deve ter suas primeiras atividades nesta terça-feira, 12, quando será anunciado relator.

Até o momento, os senadores Edison Lobão e João Alberto ainda não se manifestaram publicamente sobre a falta de interesse para integrar a comissão. A justificativa seria o fato de que vários políticos estão sob suspeita de terem recebido propinas da JBS, na pessoa dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Roseana espera neutralidade de Lula ao governo do Maranhão em 2018


Corre nos bastidores políticos que a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) ainda espera que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se mantenha em posição de neutralidade política, na disputa ao governo do Maranhão, em 2018. Tudo indica que, em tese, o petista deve apoiar uma candidatura à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Nos últimos dias 4 e 5, Lula esteve encerrando sua caravana de visitas às capitais da região Nordeste, em São Luís. Na oportunidade, o petista, condenado a 9 anos e 6 meses de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro, esteve sendo recepcionado pelo governador Flávio Dino, com fortes apelos políticos entre ambas as partes.

Em nenhum momento, Lula abriu espaço em sua minguada agenda para se encontrar com o ex-presidente José Sarney e sua, filha, Roseana Sarney, que pretende disputar, pela quinta vez consecutiva, o comando do Palácio dos Leões. 

Há quem diga que a não aparição de Lula com o grupo Sarney seria uma estratégia para evitar os holofotes da mídia nacional, que estão focados nas supostas maracutaias do petista denunciadas pela operação Lava Jato e o rombo milionário aberto nos cofres da Petrobras.

Então tá!

Astro cobra urgência no julgamento das prestações de contas de ex-prefeitos


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), voltou, nesta segunda-feira, 11, a solicitar atenção especial dos pares da Casa para que o Legislativo possa se debruçar, de uma vez por todas, na apreciação e julgamento das prestações de contas de ex-prefeitos da capital maranhense, que se encontram em abertas, sem uma definição.

Astro informou que existem prestações de contas, que precisam ser julgadas pela Câmara, que vão desde a primeira gestão do saudoso prefeito Jackson Lago, passando pelas administrações dos ex-prefeitos Conceição Andrade, Tadeu Palácio e do também saudoso João Castelo, além da primeira gestão do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

A pressão para que o Legislativo Municipal dê uma resposta célere para o caso, tem sido constante do Ministério Público Estadual (MPE). Astro já declarou que essa é uma prioridade da Câmara de São Luís. "Precisamos colocar isso na pauta de Casa de forma urgente", frisou.

Roberto Rocha quer tirar Bira do Pindaré do PSB com apoio da cúpula nacional


Enquanto o deputado estadual Bira do Pindaré tenta passar a "rasteira" na briga pelo comando do PSB no Maranhão,  o senador Roberto Rocha vai se fortalecendo nacionalmente e agora, já responde pela liderança da legenda no Senado da República, em Brasília, o que lhe garante mais autonomia política nas hostes socialistas.

Desde que entrou no partido, em 2011, Rocha vem lutando para conduzir os destinos da sigla no estado. O parlamentar até conseguiu colocar na presidência do diretório municipal em São Luís, seu filho e então vereador Roberto Rocha Júnior, evitando que o PSB fosse entregue de bandeja ao governador Flávio Dino (PCdoB).

No momento, com a saída do senador pernambucano, Fernando Coelho, que trocou o PSB para se filiar ao PMDB, Roberto Rocha foi guinchado à condição de líder do partido no Senado, fortalecendo seu projeto futurístico de sair candidato ao governo do Maranhão, nas eleições gerais de 2018, contrapondo-se à candidatura à reeleição do governador Flávio Dino.

Além disso, o senador socialista já vislumbra a possibilidade de também garantir o apoio da cúpula nacional da legenda para, de uma vez por todas, tirar o deputado Bira do Pindaré do seu caminho e assumir o comando estadual do PSB no Maranhão.

sábado, 9 de setembro de 2017

Sarney, Lobão e a cúpula do PMDB denunciados ao STF por Janot


O ex-senador José Sarney e os senadores Edison Lobão, Jarder Barbalho, Renan Calheiros, Romero Jucá e Valdir Raupp, além do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, foram denunciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Os caciques da cúpula do PMDB foram denunciados por crime de organização criminosa no âmbito da Operação Lava Jato. Todos são acusados de receberem R$ 864 milhões em propinas e gerarem prejuízos da ordem de R$ 5,5 bilhões à Petrobras e de R$ 113 milhões à subsidiárias da estatal.

Além das condenações dos denunciados, cujas penas podem variar de 3 a 8 anos de prisão, Janot pede ao STF a perda dos mandatos dos senadores e que os acusados paguem R$ 200 milhões, sendo R$ 100 milhões a título de ressarcimento aos cofres públicos e outros R$ 100 milhões como indenização por danos morais.

Segundo a acusação apresentada hoje pelo procurador-geral da República, a suposta organização criminosa do PMDB do Senado foi "constituída e estruturada" em 2002, após a eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e passou a receber propinas da Petrobras a partir de 2003, quando o petista tomou posse e buscou apoio do PMDB e PP no Congresso.

"Em comum, os integrantes do PT, do PMDB e do PP queriam arrecadar recursos ilícitos para financiar seus projetos próprios. Assim, decidiram se juntar e dividir os cargos públicos mais relevantes, de forma que todos pudessem de alguma maneira ter asseguradas fontes de vantagens indevidas", afirma o procurador-geral da República.

Do blog com informações da Veja

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

São Luís, 405 anos de muita história e luta

Parabéns São Luís, única cidade brasileira fundada por franceses, no dia 8 de setembro de 1612 (Século XVII), invadida por holandeses, e colonizada pelo portugueses. É a capital do estado do Maranhão, município, que localiza-se na ilha de Upaon-Açu, no Atlântico Sul, entre as baías de São Marcos e São José de Ribamar, e possui uma população de 1.091.868 habitantes, segundo estimativa do IBGE 2017. Avança São Luís!

Veja abaixo algumas das belas imagens de nossa São Luís





quarta-feira, 6 de setembro de 2017

"O Porto do Itaqui pode crescer ainda mais", diz Lula


Durante sua meteórica passagem por São Luís, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que, em meio à tanta escuridão no Brasil, é preciso mostrar as coisas boas que estão acontecendo. Para ele, o Porto do Itaqui é extremamente importante para o desenvolvimento do Maranhão de do Brasil.

“Ele pode crescer ainda mais. Muita coisa do Centro-Oeste vai vir pra cá, algumas coisas do Nordeste, e eu acho que ele está em uma situação privilegiada. Um porto com um calado extraordinário e com um governador Flávio Dino (PCdoB) com vontade de fazer investimento”, afirmou o ex-presidente.

Referência do Arco Norte do país, o Porto do Itaqui coleciona números crescentes desde 2015. Nos próximos dois anos será investido R$ 1,3 bilhão. No primeiro semestre deste ano, o Porto aumentou em 36% a movimentação de grãos, enquanto nos portos de Santos e Paranaguá, houve queda. 

Nesse período, ele movimentou mais de 5 milhões de toneladas de soja, batendo seu recorde histórico. O Itaqui já aparece entre os seis maiores portos brasileiros, segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

"Não tem reforma política nenhuma", diz Pavão Filho


O líder do governo municipal na Câmara de São Luís, vereador Pavão Filho (PDT/foto), considera que o Congresso Nacional vai deixar a desejar nessa discussão sobre a PEC da Reforma Política para as eleições de 2018. Segundo o parlamentar, apesar de alguns pontos aprovados, na última terça-feira, 5, pela Câmara Federal, não haverá, de fato uma mudança geral no sistema eleitoral.

"Entendo que o Congresso Nacional tem sido omisso. Temos que melhorar esse sistema eleitoral do país. O prazo vai acabar agora no começo de outubro, e pelo princípio da anterioridade, para que as novas regras possam valer para o próximo pleito, não acredito que o Congresso aprove com 308 deputados federais e 49 senadores essa emenda da reforma política", declarou Pavão Filho.

No entendimento do vereador, tanto a Câmara Federal quanto o Senado ficarão devendo à nação brasileira as possibilidades de mudança no sistema. "A essência da proposta não será votada pelo Congresso Nacional. Talvez as alterações fiquem reservadas para as eleições de 2020. Não vão votar Distritão, Distrital, Distrital Misto e nem lista fechada. Vai ficar mesmo no voto proporcional", frisou.

Pavão Filho destacou que é somente através do sistema democrático que o povo elege seus representantes. "Além disso, possibilita a melhoria de vida da população. E não é uma reforma de A, B ou C que o Brasil precisa para se reestruturar, mas sim, a reforma política de fato. Talvez escapula a cláusula de de desempenho dos partidos, mas o modelo do sistema eleitoral não será alterado nesse país pela falta de vontade política do Congresso Nacional", enfatizou.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

SMTT garante mais fluidez no trânsito na área do Turu e adjacências


A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) está investindo em menos engarrafamento, trânsito com mais agilidade e condições mais adequadas para não causar acidentes na área do Turu e bairros adjacentes. O tráfego na avenida São Luís Rei de França foi reordenado e com apenas dois dias já surte efeito positivo para quem transita na área e entorno. As alterações integram planejamento da Prefeitura de São Luís para garantir mais mobilidade urbana e melhores condições para o trânsito da capital.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT),Canindé Barros (foto), pontuou a importância da nova reordenação do trecho e em outros pontos da capital visando melhorar a mobilidade urbana, uma determinação do prefeito Edivaldo. 

“Essa alteração vai permitir maior fluidez ao trânsito naquele trecho, onde havia grandes congestionamentos . É um complemento à obra realizada na Cohab, que está em fase de conclusão”, destacou o secretário.

Ele acrescentou ainda que as vias alvo de modificações estão devidamente sinalizadas horizontal, vertical e semaforicamente para a orientação correta do motorista.Um total de 30 agentes de trânsito vão monitorar o trecho por 24 horas, nestes primeiros 30 dias, para orientar pedestres e motoristas.

A mudança de traçado no trânsito da avenida vai do primeiro cruzamento com a Rua Eurípedes Bezerra, que passa a ser de mão única em um trecho sentido Avenida São Luís Rei de França; e com a Rua General Artur Carvalho, que ficará em mão única no sentido dos bairros.

Outra alteração foi realizada no segundo cruzamento da Avenida São Luís Rei de França, que se dá com a Rua Boa Esperança e Rua Nossa Senhora da Vitória. A Rua Nossa Senhora da Vitória, no trecho próximo à igreja indo para São Luís Rei de França ficará em sentido único, saindo do bairro Parque Vitória.

Permanece em sentido único a continuação da Rua Boa Esperança até a Travessa Boa Esperança. Nesse trecho, a Prefeitura instalou um conjunto de semáforos para orientação de condutores e pedestres.


Para quem vai entrar pela Avenida São Luís Rei de França saindo do Miritiua, passa agora a fazer um retorno de quadrada pela Rua Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso; Cruzando a Artur Carvalho em direção a ponte do Pai Inácio chegando à Nossa Senhora da Vitória.

Na chegada à avenida, o condutor terá acesso para a Cohab, Cohama e Olho d’Água. Já quem vier sentido Rua Boa Esperança em direção ao Parque Vitória, passa a dobrar a esquerda, orientados pelo semáforo, pegando a Travessa Boa Esperança, chegar a Euripedes Bezerra e Artur Carvalho, cruza a Avenida São Luís Reis de França para chegar ao Turu, Parque Vitória e Miritiua.

“Ficou muito mais simples e fácil, estou me acostumando com a nova organização. É uma questão de adaptação. Acho que vai melhorar bastante o trânsito, pois esse trecho aqui era muito engarrafado”, disse Antônio Monteiro, 50 anos.Para Telma Maria Silva, 46 anos, a agilidade foi a principal vantagem da alteração no trânsito. “Antes da sinalização eu demorava meia hora para atravessar, porque nenhum carro parava e também, acontecia muito acidente nesse pedaço. Agora, melhorou em tudo, até na questão do transporte”, enfatizou.

“A organização no cruzamento melhorou muito para Hugo Leonardo, 35 anos. “Antes isso aqui parecia o trânsito da Índia. Ninguém respeitava nada. Agora facilitou bastante, sem contar que esteticamente está bem bonito”, pontuou.

As visitas de Lula ao Maranhão: As imagens falam por si só





Fumando o inesperado cachimbo da paz


O blog destaca nesta terça-feira, 5, uma das fotos que viralizou nas redes sociais, no início desta semana, mediante o enquadramento inesperado do nobre amigo radialista, jornalista e bacharel em administração, Geraldo Castro, que aparece numa histórica selfie ao lado do jornalista e atual secretário de estado de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB), em plena praça Benedito Leite, numa dominical feirinha em São Luís.

A imagem supreendeu a muitos e a outros, foi mais a certeza de que todo homem é, por natureza, um ser sociável e político. Deixando as arestas de lado, literalmente, os dois mancebos "fumaram o cachimbo na paz" na maior civilidade de duas pessoas que merecem respeito e admiração.

O fato do comunicador Geraldo Castro ser um ferrenho crítico político do governo Flávio Dino (PCdoB) não o impede de sentar à mesa e conversar, civilizadamente, com alguém que é o fiel escudeiro do Palácio dos Leões, ainda que as divergências sejam evidentes.

Portanto, as interpretações podem ser as mais distintas possíveis, não só nos meios midiáticos quanto políticos, mas isso não ofusca o brilho do enquadramento quase perfeito e sincronizado entre as duas figuras humanas que souberam fumar o cachimbo da paz espiritual.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

João Alberto já pensa em vestir o pijama da aposentadoria


Percebendo que as chances são remotas de sair novamente candidato ao Senado da República, em 2018, o presidente estadual do PMDB no Maranhão, senador João Alberto Souza, já pensa em vestir o pijama e se aposentar da seara política, deixando o caminho livre para o seu filho, o deputado federal João Marcelo (PMDB).

Isto porque, o grupo Sarney já definiu os dois nomes para concorrer às duas vagas à Câmara Alta: o ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), e o senador Edison Lobão (PMDB), que inclusive, cujo ambos estão em pré-campanha eleitoral para o próximo pleito.

Enquanto isso, resta ao intrépido e destemido João Alberto disputar o cargo de governador do Maranhão, caso Roseana Sarney (PMDB) decida não se candidatar ao Palácio dos Leões, ou até mesmo compor chapa a vice ao governo estadual.

Apesar disso, antes da possibilidade de vestir o pijama da aposentadoria, João Alberto garante que ainda quer disputar uma cadeira de honra na Câmara de Vereadores de Bacabal e quem sabe em 2020.

Então tá Carcará!

"Galerias e valas a céu aberto são casos de saúde pública", diz Cezar Bombeiro


O líder do PSD na Câmara de São Luís, vereador Cezar Bombeiro (foto), espera que o poder público municipal dê mais atenção aos transtornos causados à população pelas inúmeras galerias de esgoto e valas a céu aberto encontrados nos bairros da capital. 

Na sexta-feira passada, 1º, o parlamentar foi autor de um importante debate no Legislativo sobre o assunto, que reuniu autoridades e serviu para chamar a atenção sobre a problemática. 

Para Cezar Bombeiro, a falta de manutenção nas galerias e valas, expostas na cidade, é um caso de saúde pública que precisa ser enfrentado. "Representam greve risco à saúde pública, pois também são focos de doenças", frisou.


Segundo o vereador do PSD, esses locais insalubres colocam a população dos bairros, em especial de áreas da periferia, em contato direto com dejetos que escoam pelos canais a céu aberto, gerando inclusive quedas e acidentes envolvendo crianças e pessoas idosas.

Cezar Bombeiro disse que tem visitado vários bairros da cidade que carecem de atenção do poder público. "É preciso que sejam tomadas providências urgentes para que deixemos esse triste cenário no passado", enfatizou o vereador.