Banner da Prefeitura de São Luís

Banner da Prefeitura de São Luís

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Assembleia Legislativa do Maranhão está de luto por três dias


A morte do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), levou o presidente interino, Othelino Neto (PCdoB), a decretar luto oficial por três dias na Casa. Coutinho faleceu, na noite de segunda-feira, 1, por volta das 20h40, segundo comunicado da própria família. O corpo será velado no ginásio da Faculdade de Ciências e Tecnologia no Maranhão (Facema).

Ele vinha lutando contra um câncer no intestino desde 2013, tendo passado por hospitais de Teresina e São Paulo, onde passou por cirurgias e tratamento médico para conter o avanço da doença.

No final de novembro de 2017, a esposa do deputado, a também médica e ex-deputada federal, Cleide Coutinho, emitiu nota pública sobre o delicado estado de saúde do marido, que manteve-se afastado do comando da presidência da Assembleia Legislativa.

Na oportunidade, Humberto Coutinho ficou sem receber visitas em sua residência em Caxias, por determinação médica, para recuperação de um grave quadro infeccioso, que levou o parlamentar à morte no primeiro dia deste ano.

Humberto Ivar Araújo Coutinho era natural da cidade de Pedreiras, formou-se em Medicina pela Universidade da Bahia em 1970. Ingressou na carreira política em 1988, quando foi eleito vereador em Caxias, pelo extinto Partido da Frente Liberal (PFL). Em 1990, foi eleito deputado federal e em 2014, prefeito de Caxias.

Em 2014, elegeu-se novamente a deputado estadual e em fevereiro de 2015, foi escolhido presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão com o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) e reeleito, por unanimidade, para o biênio 2017/2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário